Consciênia - Filosofia e Ciências Humanas
Platão, biografia e pensamentos aristoteles Descartes Rousseau Nietzsche Marx

Senhora pernambucana na guerra contra a Holanda


Exemplo de amor da pátria de outra brasileira

O amor da pátria, um dos mais nobres caracteres do coração humano, pertence a todos os países, resplandece em todos os tem­pos, brilha entre tôdas as classes e fulgura como partilha de todos os sexos.

Quando os holandeses devastavam as capitanias brasileiras que demoram ao norte, o vulto heróico e saliente do grande Ma- tias de chamou a atenção de Vila Formosa, que se eleva sôbre a margem esquerda do rio Serinhaém, que se orgu­lhava com o seu outeiro, que tinha por torreada coroa um diade­ma religioso, — a sua rústica, mas bela e vistosa capelinha, que alveja destacando-se do verde do seu arvoredo e se deixa ver de grande distância[1]).

Pequena era a fôrça do nosso general, e o sargento-mor de batalha Andrezon o veio desalojar daquela posição à frente de oitocentos homens. O inimigo acometeu o ponto guardado por vários capitães, que teriam na suas cinco companhias uns cento e trinta soldados, inclusive [2]) índios. Não podendo conservar o pôs to, buscaram os nossos o rio Serinhaém, e aí carregou sôbre êle o inimigo, porém Matias de Albuquerque com seu irmão Duar­te de Albuquerque e uma centena de defensores desconcertou o


inimigo em seu triunfo e o obrigou a retirar-se com os que ja se retiravam. Conhecendo depois o inimigo que era vergonhosa covardia ceder ante tão pequeno número, voltou de novo e de novo empenhou-se o combate, não menos duvidoso e mortífero.

Durava êste já algumas horas e o campo ia-se juncando de mortos e fe­ridos, quando o inimigo, prudente e cauteloso, começou a retirar-se.

Entre os que perderam a vida, de­fendendo a pátria, contou-se Estêvão Velho: era apenas um soldado, muito jovem ainda. . .

A notícia de sua morte chegou rapidamente aos ouvidos de sua mãe D. Maria de Sousa, uma das mais no­bres senhoras de Pernambuco, dotada de espírito varonil, talhada pelo molde das antigas Espartanas, que soube vencer a aflição natural, sopitar [3]) os afetos fraternais e dar o exemplo da Matias de Albuquerque maior heroicidade verificada pelo amor da pátria.

Era imensa a perda que acabava de sofrer aquêle coração: além de Estêvão Velho, tinha já perdido um genro e dois filhos; mas lembrou-se que possuía ainda dois, um de 13 e outro de 14 anos; chamou-os e lhes dirigiu estas sublimes palavras, cheias de nobreza e de heroicidade: ,

“A Estêvão tiraram hoje a vida os Holandeses, e pôsto que, filhos meus, perdi já três e um genro, antes vos quero persuadir que desviar da obrigação precisa aos homens honrados, numa guerra onde tanto servem a Deus como a el-rei, e não menos à pátria: pelo que cingi logo a espada: e a triste memória do dia em que a pondes na cinta, esquecendo-vos para a dor, só vos lem­bre para a vingança, matando ou sendo mortos tão esforçadamen­te que não degenereis desta mãe e daqueles irmãos!”

Com admirável constância, diz o historiador da Guerra Bra­sílica, Brito Freire, fazendo-se lugar entre as insignes matronas da nação portuguêsa, que em todos os séculos celebrou tanto a fama, aprenderam desta mulher a ser valorosos os homens.”

“Êste exemplo de patriotismo, escreve o conselheiro Baltazar da Silva nas suas Notas biográficas, é digno de eterna memória, porque elevou seu nome tão gloriosamente nos fastos brasílicos, preferindo 2) a salvação da pátria ao amor filial.”

“Procedimento sem dúvida, acrescenta monsenhor Pizarro nas suas Memórias históricas, mais ilustre que o da celebrada matro­na lacedemônia, de quem se conta que, ciente da morte de um lilho na batalha, pelejando pela pátria, mandou outro substituir o lugar. Eju« locum expleat frater! (Irá o irmão ocupar o seu lugar!) ”

Os filhos de tão generosa mãe não desmentiram de seu ânimo varonil nem de sua constância patriótica: ambos se mostraram dignos dela e de seus valorosos irmãos t de sua pátria, e soube­ram nobre e esforçadamente cumprir a recomendação que ela lhes fêz naquela hora tão solene e de tão santa e heróica abnegação.

(Idem).

J. Norberto de Sousa e Silva.

Fonte: Seleta em Prosa e Verso dos melhores autores brasileiros e portugueses por Alfredo Clemente Pinto. (1883) 53ª edição. Livraria Selbach.



[1] Êste período é defeituoso por causa das muitas orações abjetivas ligadas pelo relativo que.

[2] Inclusive ou inclusivamente, ínclumdo.

[3] cinco mil baionetas — cinco mil soldados de infantaria — temos aqui a figura metonímica; toma-se a coisa possuída pelo possuidor.

Comentários

Mais textos

Adicione o seu comentário

Prezado visitante: por favor, não republique esta página em outros sites ou blogs na web. Ao invés disso, ponha um link para cá. Obrigado.


Tags: , , , , , , , , , ,

Início