Voltaire, biografia e pensamentos


voltaire

Biografia e idéias de Voltaire – . O autor (1694-1778) nasceu em Paris. Seu nome verdadeiro era François Marie Arouet. Seu pai era tabelião e possuía pequena fortuna. Sua mãe tinha origem aristocrática. Ela morreu depois do parto. François foi franzino durante a infância e teve saúde fraca durante toda a vida. Tinha um irmão mais velho, Arnaud, que entrou para um culto herético jansenista. François revelou talento literário e sensibilidade poética logo na infância. Ele comprou livros com a herança de uma senhora que havia visto nele futuro cultural. Com esses livros, e com a tutela de um abade, começou sua educação. O abade lhe mostrou o ceticismo e as orações religiosas. O pai de François queria um futuro prático para o filho. Achava que a literatura não rendia dinheiro nem prestígio. Com o intuito de tornar o filho advogado do rei, coloca-o num colégio jesuíta. Os jesuítas eram padres com formação militar, que usavam para difundir o evangelho no mundo todo. Eram membros da Companhia de Jesus, que havia sido fundada por Inácio de Loyola. Os jesuítas ensinaram a Voltaire a dialética, arte de dialogar progressivamente, para provar as coisas. Ele discutia teologia com os professores, que reconheciam Voltaire como um “rapaz de talento mas patife notável”.

Seu padrinho o introduziu numa vida desregrada. Conheceu escritores, poetas e cortesãos. Ficava na rua até tarde, divertindo-se com fanfarrões epicuristas e voluptuosos. Seu pai, homem sério, não viu com bons olhos as atividades do filho. Manda-o para a casa de um parente, para mantê-lo quase preso. Mas o parente, quando o conhece, gosta tanto dele que lhe dá liberdade.

Quando François termina o colégio, seu pai arranja para que se torne pajém do marquês de Châteauneut. Parte em missão diplomática com esse embaixador para Haya, Holanda. Logo que chega lá encontra uma moça: Olympe Runoyer, a Pimpette. François teve encontros amorosos com a moça e queria que ela fosse morar com ele na França. O caso foi descoberto. François escrevia cartas apaixonadas, dizendo:”não há dúvida de que irei amá-la para sempre.” Mandam-o de volta para a casa de seu pai.

Compõe uma ode a Luís XIII, com a qual participa de um concurso, que não vence. Luís XIV morre, e seu filho é muito jovem para ser rei. O poder ficou com um regente. Sem um governador legítimo,a vida em Paris corria sem controle e François corria com ela.

François começa a ficar conhecido por ser brilhante, imprudente e turbulento. É malicioso e tem os olhos vivos e perpicazes. Vira amante de Susanne de Livry, faz versos galantes e poemas cômicos. Ele aspira ser o grande trágico da época, e não são poucas as suas tragédias. Suas obras somadas dão noventa e nove volumes. É um espírito versátil, dono de uma cultura notável, que o ajudava a ser fecundo. Em 1715 escreve a peça Édipo e o poema Henríada, um épico sobre Henrique IV. Sua fama aumenta e todas as coisas espirituosas e maliciosas são atribuídas a ele, inclusive algumas anedotas, contra o regente que governava, duque de Órleans. As anedotas falavam que o regente conspirava para usurpar o trono. Em 1717, o regente manda-o para a Bastilha, a prisão parisiense. Na Bastilha adota o nome de Voltaire. Depois de quase um ano de prisão, o regente o soltou. A tragédia que escrevera, Édipo, é produzida em 1718, e fica em cartaz quarenta e cinco noites seguidas, um recorde para a época. Se enconta com Fontenelle. Com um lucro de 4000 francos da peça, Voltaire faz investimentos financeiros, empresta dinheiro, e financia o tráfico de escravos, que era um negócio rentável. Assim , fez render seu dinheiro e pode viver com folga.

Então, uma briga com o duque de Sully, cavaleiro de Rohden, o obriga a ir para o exílio. O nobre não aceita seu desafio para um duelo, e dispõe de meios para prendê-lo de novo. O cavaleiro mandou seus homens baterem nele, depois que Voltaire o respondeu. Preso por um curto período, preferiu o exílio na Inglaterra. Depois de ter ficado e alcançado o sucesso com Édipo e a Henríada, ele passa (de início a contragosto) três anos na Inglaterra.

Aprendeu o inglês. Em Londres, conseguiu desenvolver sua intelectualidade. Se relaciona com os poetas Young e Pope; com o escritor Swift e o filósofo empirista Berkeley. Admira-se com a liberdade de expressão dos ingleses, que escrevem o que querem. A filosofia inglesa, que vinha desde o início da modernidade, com Bacon, Hobbes e Locke e os deístas, o agradou. Estuda a fundo a obra de Newton, e mais tarde propaga suas idéias na França, com as Cartas filosóficas, de 1734.

voltaire, iluminismo francês

Voltaire absorve rapidamente a cultura e a ciência inglesa. Gosta da tolerância religiosa. Começa a amar a marquesa de Châtelet, Emile de Bretiul. A marquesa é culta, traduzira Newton e apresentou Leibniz a Voltaire. Ela lhe dá proteção no seu castelo de Cyrei. Acha Voltaire interessante, o mais belo ornamento da França. Ela tinha vinte e oito anos, e ele quarenta. Graças a ela e às grandes damas, acredita na igualdade mental inata entre os sexos. No castelo de Cyrei, passavam o dia estudando, pesquisando e fazendo experimentos no laboratório. Voltaire, com sua amante, aprofundou-se em física, metafísica e história. O castelo tornou-se um centro cultural. Voltaire aprefeiçoa seu estilo ionico e frívolo. Escreve Alzire, Mérope, O filho pródigo, Maomé, O mundano, O ingênuo e Cândido.São romances com bom humor. Will Durant diz que os heróis desses romances são idéias, os vilões são superstições e os acontecimentos são pensamentos.

Em O ingênuo, um princípe huroniano chega na França e submete-se aos costumes franceses, tornando-se católico. Para isso um abade lhe deu um exemplar do Novo Testamento. Se apaixona pela madrinha de seu batismo. O romance mostra as diferenças entre o cristianismo primitovo e eclesiástico.

No romance Micrômegas, Voltaire narra a visita de um enorme habitante de Sirius a Terra. Com oito léguas de altura, e mil sentidos, essa raça costuma viver mais de dez mil anos. Sob essa perspectiva vem a tona a finitude e a pequenez da Terra e seus habitantes. O ET diz que é na Terra que a felicidade mora, se dirigindo aos humanos, átomos inteligentes e imateriais. Um filósofo humano expõem ao visitante a brutalidade da existência carniceira na Terra, provocando ira e decepção no alienígena. O filósofo o dissuade de seu impulso de matar a todos com suas passadas.

voltaire resumido

Em Zadig, Voltaire conta a história de um sábio babilônio. Ao defender a sua amada, Zadig é ferido no olho. Perde a visão desse olho. A amante, Samira, comprometre-se com outro homem. Zadig casa-se com uma camponesa. Testa a fidelidade da camponesa com um amigo, fingindo-se de morto. Traído, foge para o bosque. Adquirindo sapiência, torna-se amigo e ministro do rei. A rainha se apaixona por Zadig. O rei planeja matá-los e Zadig foge. Num transe vislumbra a ordem imutável do universo. A trajetória de Zadig prossegue. Ele é feito escravo, mas depois torna-se assessor de seu senhor.

A correspondência de Voltaire é numerosa. Não só as cartas sobre os ingleses, mas também com inúmeras personalidades da época, como Frederico, o Grande, da Prússia, de quem foi amigo.

Aos poucos, Voltaire volta a ter contato com Paris. Graças à proteção de madame Poiapadeur, vira historiógrafo real. Em 1745, Voltaire e a marquesa vão para Paris. Ele se torna candidato à Academia Francesa. Em 1746, é eleito e faz um belo discurso de posse. Em Paris escreve muitos dramas. Inicialmente fracassa, mas depois alcança sucesso com Zaire, Nahomet, Mírope, Semiramas.

Depois de quinze anos, sua relação com a marquesa torna-se difícil. Em 1748, a marquesa começa um caso com Saint Lambert. Em 1749, a marquesa morre.

Frederico II, da Prússia, o convida para fazer parte da corte, em Postdam. Ele é convidado a ser professor de francês do monarca, que manda dinheiro para a transferência. O convite se deve ao fato de ser Voltaire querido por todos, e admirado por sua inteligência e seus escritos. A estada lhe agrada, mas não de todo. Foge das cerimônias oficiais. Frederico lhe é gentil e amável e juntos mantiveram altas conversas. Voltaire tinha a sua disposíção uma boa suíte. Frederico e Voltaire se tornam muito amigos, e Voltaire não poupa elogios ao monarca falando para terceiros.

Por causa de uma interpretação de um ponto da teoria newtoniana, Voltaire polemiza com um protegido do rei, Malpertuis, presidente da academia de Berlim. Voltaire dirige seu ataque a Malpertuis num panfleto, Diatribe do dr. Akakia, em 1752. Quando o panfleto foi publicado, Frederico, o grande, manda queimá-lo (o panfleto) e Voltaire deixa a Prússia, escapando da raiva real. Em Frankfurt foi preso pelos agentes do rei. Fica preso durante semanas. Quando vai para a França, descobre que está proibido de entrar em Paris. Vai para Genebra, onde adquire uma propriedade chamada “As delícias”. Ali ele termina suas maiores obras históricas: Um ensaio sobre o costume e o espírito das nações e sobre os principais fatos da história, de Carlos magno a Luís XIII. Ele começou essa obra em Cyrei. E A era de Luís XIV.

Nas suas obras históricas, Voltaire não dedicou um enorme espaço à Judéia e ao cristianismo, e relatou com imparcialidade a gigantesca cultura oriental. O Oriente tinha mais tradição que o Ocidente. Sob nova perspectiva, descobriu-se nesse mundo, e os dogmas europeus puderam ser questionados.

Nas Delícias, tem boas relações com os evangélicos. Os enciclopedistas do Iluminismo Francês, encabeçados por Diderot, pedem sua contribuição. Escreve alguns artigos para a Enciclopédia. Ocorre então uma ruptura entre Voltaire e Diderot, por desavença de opiniões. Voltaire ironiza a defesa do estado de natureza de Rousseau (o famoso bom selvagem) dizendo que o que difere o homem dos animais é a educação e a cultura.

Voltaire sai de Genebra e vai para Ferney, onde permanece quase que o resto da vida. Cuidava de sua propriedade rural e escrevia muito. Plantou milhares de árvores. O lugar rapidamente se tornou um centro cultural, a exemplo do que acontecera com o castelo da marquesa. Alguns Iluministas iam para lá. como Helvetius e d’Alembert. Voltaire mantém em Ferney vasta correspondência, com gente de todos os tipos, incluindo muitos governantes.

Em 1755 soube do terremoto em Lisboa, onde morreram umas trinta mil pessoas. Ficou revoltado ao saber que os franceses consideravam aquilo castigo divino. Lamentou a desgraça do destino dos vivos em um poema. Voltaire sempre lutou contra o preconceito e as superstições , preferindo em lugar delas a razão e a cultura elucidativa.

A adoração a um Ente Supremo e a submissão às suas leis eternas, sem conhecê-las por completo, resulta em rituais que não fazem sentido, não tem eficácia. Os preconceitos , para Voltaire podem ser maus, medíocres, ou ter um fim útil, como amar o pai e a mãe. Preconceito é uma opinião desprovida de julgamento. Podem ser:

a) dos sentidos- como por exemplo: o sol é pequeno, pois vejo-o assim.

b)físicos – “a Terra está imóvel”.

c)históricos – por exemplo a lenda da fundação de Roma, por Remo e Rômulo.

d)religiosos – por exemplo: Maomé viajou nos céus.

Voltaire tem um tratamento racional para desvendar os mistérios da consciência humana . Dá a entender que Descartes estava errado com seu inatismo, e prefere a teoria de Locke, de que tudo deriva das sensações. A sensação é tão importante quanto o pensamento, e o mundo é uma sensação contínua. Ele faz paralelos com a cultura grega e romana, nos verbetes do Dicionário Filosófico.

As crenças tem um lado subjetivo muito forte. Nos esforçando para ver a crença, ela acabará por existir, para nós.

Os sonhos são um mistério, portanto fonte de superstições, como os que sonham com acontecimentos futuros e pensam ser Deus o responsável. O fato de não podermos usar a razão enquanto vivemos um sonho, e de ele ser um estado alternativo, de percepção etérea, é o que faz suscitar dúvidas de interpretação. Os sonhos não tem valor objetivo, para Voltaire. A moral vem de Deus, como a luz. As superstições são trevas.

O dicionário filosófico foi publicado em 1764 . Foi o primeiro livro de bolso da história e alcançou muito sucesso. As idéias nele contidas são revolucionárias, pois criticam o Estado e a religião. Voltaire faz muitas citações de grandes autores, e o livro tem uma parte histórica grande. Voltaire faz parte desse movimento de renovação da cultura e crítica da política absolutista chamada Iluminismo. Suas idéias foram propagadas na Revolução Francesa e refletiam os ideais dessa revolução, durante a qual foi muito lembrado. Voltaire não despreza a cultura pagã e oriental, como fazem outros autores.

resumo cândido de voltaire

Cândido, sua obra principal, foi escrito em três dias. Conta com otimismo pessimista a história de um simples rapaz, filho de um barão. Seu mestre, Pangloss, inverte a lei da causalidade, ao afirmar que as pedras foram feitas para construir castelos e o nariz para suportar óculos. No entanto, se acha muito culto.

O exército búlgaro invade o castelo onde Cândido mora e o transforma em soldado. Entre morrer e ser açoitado, Cândido prefere o açoite. Aguenta as chibatadas de todo o regimento durante um tempo. Os pais de Cândido são assassinados, e o castelo é destruído. O rapaz consegue fugir para Lisboa, e no barco que o leva até lá, encontra Pangloss. Em Lisboa ocorre o terremoto. A Inquisição durou mais tempo em Portugal, que se manteve católico e não aderiu ao protestantismo. Cândido, fugindo dela, vai para o Paraguai, país onde há muita diferença social.

Cândido acha ouro no interior virgem do Paraguai, mas é enganado e fica sem quase nada. Vai para Bordeaux com o que sobrou. E Cândido prossegue, sofrendo males a aventuras. Vai para a Turquia. No livro, Voltaire critica a teologia medieval e o otimismo de Leibniz, que diz ser esse o melhor dos mundos possíveis. Certa feita, um jovem defendeu Leibniz, criticando Voltaire, que replicou: “Se esse é o melhor dos mundos possíveis, por que existem tantos males e injurias?” Apesar disso, o mal, para Voltaire, não é metafísico, mas sim social. Deve-se superá-lo com trabalho e com a razão. O homem deve estar sempre ocupado, para não ficar doente e morrer. Voltaire era muito ativo e combateu o ócio. Rousseau via críticas pessoais no trabalho de Voltaire.

Para Voltaire a metafísica é uma quimera. Pode-se escrever mil tratados de sábios e não desvendar o segredo do universo, ou questões como: O que é a matéria? Porque as sementes germinam na terra?

Voltaire difundiu o conhecimento e filosofia. Suas obras foram muito lidas. Ele comenta outros autores e dá sua opinião. Torna claro os complexos sistemas filosóficos, pois é inteligente e escreve bem. O ceticismo de Voltaire é uma atitude espiritual, contra a metafísica. Voltaire fala que o Ser Supremo, cuja crença veio depois do politeísmo, é válido. Disso resulta num paradoxo, pois Deus existe e não podemos conhecer os mistérios do universo. Voltaire aceita os argumentos para a existência de Deus de São Tomás de Aquino. É a causa primeira de tudo, Inteligência suprema.

Contrariarmente ao Deus judaico-cristão, O Deus de Voltaire fez o mundo em tempos remotos e depois abandonou-o ao próprio destino. Por isso Voltaire é deísta.

Para os Iluministas, Deus não existe e é o mal da humanidade. A ignorância e o medo criaram os Deuses, e a fraqueza os preserva. É um empecilho para a civilização. O materialismo é preferencial à teologia. Essas idéias foram defendidas na Enciclopédia, cujo principal autor é Diderot. Os enciclopedistas chamavam Voltaire de fanático, por esse acreditar em Deus. Lembre-se que Voltaire participou da Enciclopédia. Voltaire via Deus na harmonia inteligente entre as coisas. Mas negava o livre arbítrio e a providência. Respondeu ao Barão d’Holbach, notório ateu, que o título de seu livro O sistema da natureza, demonstra a inteligência superior.

Voltaire foi um defensor da justiça. Defendeu muitos que estvam em desgraça e lutou contra a tirania. Não se entusiasmava com as formas de governo. Achava os legisladores reducionistas. Como viajou muito, não era patriótico. Não confiava no povo e não gostava da ignorância, que estava muito difundida. Levantava dúvidas, muitas de suas obras são repletas de perguntas. Numa carta a Rousseau, no qual comenta o Discurso sobre a origem e os fundamentos da desigualdade, disse que o livro de Rousseau fazia surtir o desejo de voltar a ser animal, e andar de quatro patas, mas ele já havia abandonado esse hábito há sessenta anos.

Aos oitenta e três anos, viajou para Paris, para rever a cidade-luz, depois de tanto tempo. Teve calorosa recepção. Assistiu uma peça sua encenada. Foi até a Academia de Letras de Paris, recebendo uma homenagem. Morreu não muito depois e toda a população parisiense saiu na rua, para participar do cortejo fúnebre.

IDÉIAS de Voltaire, Clique aqui para ler outro resumo, de Abbagnano

Comentários

Mais textos

About the Author

Profile photo of Miguel Duclós

Miguel Duclós

Webadmin do Consciência, formado em filosofia pela USP, aficionado eterno de internet.

Comments

  1. Observe essa máxima de Voltaire” … o que difere o homem dos animais é a educação e a cultura.” Logo, um homem sem educação ou cultura é um mero animal”. Para mim, essa é a premissa maior, conforme a minha ótica do mundo e das coisas que nele existem.

  2. “Se esse é o melhor dos mundos possíveis, por que existem tantos males e injurias?” Apesar disso, o mal, para Voltaire, não é metafísico, mas sim social. Deve-se superá-lo com trabalho e com a razão. O homem deve estar sempre ocupado, para não ficar doente e morrer.” Para eu gostar das ideias de Voltaire, basta-me essa afirmativa dele.

  3. “Se esse é o melhor dos mundos possíveis, por que existem tantos males e injurias?” Apesar disso, o mal, para Voltaire, não é metafísico, mas sim social. Deve-se superá-lo com trabalho e com a razão. O homem deve estar sempre ocupado, para não ficar doente e morrer.” Para eu gostar da ideias de Voltaire basta-me essa afirmativa dele.

  4. Eu gostei muito de saber sobre , Voltaire , esse site me ajudou muito pq eu estou fazendo uma pesquisa para o colegio e encontrei varias coisas sobres os pricncipais iluministas .
    Obrigada

  5. Eu adorei a brilhante forma que foi colocada a formação do Voltaire..porém acho que poderia ter sido muito mais resumidamente e conter a principal frase de efeito que ele criou…mesmo assim eu adorei o relato sobre sua vida…obrigada pela atenção e continuem assim!
    Parbéns!

  6. EU ADOREIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA SUAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA HISTORIAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA VOUTAREIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII

  7. VOLTAREI FAZZZZ MUITOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO SUCESSO NAS AULAS DE HISTORIAAAAAAAAAAAAAAAA EU PRESTO MUUUUUUUUUUUIIIIIIIIITTAAAAAAAAAAAAAA ATENÇAO NAS AULAS DE HISTORIA QUANDO O ASSUNTO E SOBRE VOLTAIRE

  8. EU QUERIA CONHECER VOUTAREI MASSSSSSSSSSSSSSSSSS ELEEEEEEEEEEEEEEEEE NAOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO E MAIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII VIVOOOOOOOOOOOOOOOOO QUEEEEEEEEEEEE PENINHAAAAAAAAAAAAAAAAAAA

  9. BOM EU ADOREI AS IDEIAS DE VOUTAREI POIS ESTOU ESTUDANDO SOBRE ELE E ADOREIIIIIIIIIIIIIIIIII EU QUERIA SABER COMO SA IDEIAS SE DIFUNDIRAM PELA EUROPA E PQ ELE ERA CONTRA OS ABSOLUTISTA

  10. Gostaria de saber se é verdade que em 1750, esse camarada, na França fez um discurso em uma sala dizendo que a Bíblia nao passaria de 50 anos de existencia, ou seja em meados de 1800, à Biblia Sagrada deixaria de existir. Se alguem souber de algum comentario nesse assunto ao qual elefez, favor enviar para o devido e-mail.

  11. qUERO SABER MAIS UM POUCO SOBRE ESTE GRANDE HOME, QUEM FOI VOLTAIRE E SUA GRADNES OBRAS .ESSE GRANDE REVOLUCIIONÁRIO.
    ATENCIOSAMENTE.
    Hélio dos Santos – Aracaju,Sergipe

  12. Para aquele que tem todo o direito de ser agnóstico ou ateu; uma palavra, principalmente aos ateus-raivosos-furiosos, porque há os ateus tranquilos, que são ateus e não procuram tentar matar Deus, mas como dizia ,uma palavra aos que abominam a existencia desse Deus desmancha-prazeres que pune tudo, todos e sempre.
    Reproduzindo Santo Agostinho:
    ” Aqueles que dizem que Deus não existe, tem muito interesse em que Ele não exista “.
    ” De Deus não se zomba, Ele vai julga-lo por seus atos e os SEUS atos te condenarão”.
    Recomendo a leitura da APOSTA DE PASCAL, que foi um homem brilhante e pelas suas obras merece o devido respeito e a aposta deve ser considerada, analisada; não é uma brincadeira , um mero exercício intelectual, é algo muito sério.

  13. ANDO ESTUDANDO SOBRE VOLTAIRE!!
    ELE FOI UMA CARA GENIAL!!ASSIM COM LOCKE,MOSTEQUIEU E ROSSEAU!!
    aLGUMAS PESSOAS AÍ Ó>>V<<DEVERIAM SER IGUAL A A ELE Q ELES GANHARIAM MAIS

  14. A morte de Voltaire.
    “Por tres meses, o remorso, a reprovação e a blasfemia acompanharam a longa agonia daquele ateu moribundo. Sua morte, dentre as registradas, a mais terrivel a atacar um ímpio, não foi negada nem por seus companheiros…deu sinais de desejar retornar ao Deus contra quem blasfemara com tanta frequencia…fez uma declaração na qual renunciava a sua infidelidade…(seus amigos) envidaram todos os esforços para impedir que seu chefe consumasse sua retratação…a raiva( de Voltaire ) seguiu-se à fúria e a fúria à raiva novamente durante o restante de sua vida…( aos amigos, no seu leito de morte ) os amaldiçoava e exclamava: Retirai-vos! Fora! Que glória infame conseguistes para mim! Podiam ouvi-lo, uma presa da angústia e do pavor, suplicando ou blasfemando alternadamente àquele Deus contra quem havia conspirado…Doutor, dar-te-ei metade do que possuo se me deres mais seis meses de vida! o médico respondeu: Senhor, não podes viver nem seis semanas! Voltaire respondeu: Então vou para o inferno , e logo depois morreu.

  15. Resumirarm demais, mas ainda assim ficou interessante.
    Voltaire ficaria triste se estivesse vivo, pois sua obra está difundida aleatoriamente pelo ocidente.
    Dava ênfase a educação e a cultura, a maioria das pessoas(principalmente jovens) de certa maniera, desprezam esse pilares tão essenciais para uma boa organização social.
    Vale ressaltar que ele não pregava a “igualdade” como a entendemos hoje, o sec.XXIII vem a atona com o movimento iluminista, um movimento de uma nova classe em ascenssão, classe essa que tinha “bala na agulha’.
    Estamos no século XXI, ao ler as obras de François leia com “os olhos dáquela época”, para não teclar asneiras como alguns internautas abaixo.

  16. … gente eu gostaria de saber qual é o pensamento que apareceu no filme da globo do dia 22/01/09 no intercine..
    era algo mais ou menos assim:
    .. o amor dá sinais inconfundíveis
    nao era bem com essas palavra mas a ideia era mais ou menos essa!!!
    estou procurando e nao consigo encontrar esse trecho

  17. Tudo que se escreve de VOLTAIRE, é bom, só que não vompreende, são estas pessoas que como o próprio diza, enquadram-se nesta GRANDE FRASE DE VOLTAIRE:
    “Como é que um homem pode se tornar senhor de outro homem e por que espécie de incompreensível magia pôde esse homem se tornar senhor de muitos outros homens?”

  18. gostaria de saber mas sobe o que ele que dizer ccom a frase”posso não concordar com nenhuma das palavras que você diz mas defenderei até a morte o direito de você dizê-las”

  19. Dente tantas outras teorias uma muito próxima de nós seres humanos normais. Que em muito a ganância, injustiça e malignidade ainda faz parte de nossos dias ainda hoje.

    Obrigada pela informação e oportunidade em refrescar a memória nos tempos de hoje com tanta informação.

  20. Diz o texto da biografia:
    “Voltaire foi um defensor da justiça. Defendeu muitos que estavam em desgraça e lutou contra a tirania.” Oh! Esse François Marie Arouet era um bom homem, justo, compassivo, piedoso e humano. Tanto era que “faz investimentos financeiros, empresta dinheiro, e financia o tráfico de escravos, que era um negócio rentável. Assim , fez render seu dinheiro e pôde viver com folga.” Pôde viver com folga às custas, pelo menos em parte, e não se sabe quanta parte, do financiamento do tráfico de escravos!!! “Que era um negócio rentável”!!! Oh Voltaire, quão contraditório és tu!!! “Por que existem tantos males e injúrias?” Porque Voltaire tem financiado o tráfico de escravos.
    Oh Voltaire, querido François Marie Arouet, quão grandes são suas idéias, quão belas as suas poesias, mas quão pequena é a sua humanidade. Não fostes um poeta da vida… Não vivestes primeiro para pregar depois… E o seu deus François? É tão pequeno que tu podes compreendê-lo totalmente, sem nenhum mistério. Então não crês em homem nenhum? Nem sequer em ti mesmo? Porque não podes conhecer um homem completamente, nem mesmo a ti, pois somos repletos de mistérios. “A adoração a um Ente Supremo e a submissão às suas leis eternas, sem conhecê-las por completo, resulta em rituais que não fazem sentido, não têm eficácia.” Se não conheces por completo nem a ti mesmo, como queres conhecer por completo as leis eternas de Deus? Tu és onisciente, Voltaire? Onipresente? Claro que não. Mas que queres ser onipotente, ah… lá, isso, queres… Mas se queres uma resposta amigo François, as leis eternas de Deus, às quais devemos nos submeter resumem-se nisto: “Amar ao próximo como a si mesmo.” Como sabes pouco do amor, querido Voltaire… O Apóstolo Paulo afirma isto na Palavra de Deus, a Bíblia: “Portanto, não matarás, não furtarás, não adulterarás e se algum outro mandamento existe, todos eles se resumem nisto: “Amar ao próximo como a si mesmo. Portanto, quem ama ao próximo cumpre toda a lei” de Deus. “Os preconceitos , para Voltaire podem ser maus, medíocres, ou ter um fim útil, como amar o pai e a mãe. Preconceito é uma opinião desprovida de julgamento.” Ah Voltaire, realmente os preconceitos para você são maus, medíocres e têm um fim útil: que há de pior que escravisar um ser humano? Que há de mais medíocrie que vender vidas humanas? E que há de mais útil financeiramente, mais rentável, que financiar o tráfico de escravos Voltaire? Ah filósofo!! Nisso não te elogio. Fostes um hipócrita. Filosofastes, pensastes, pregastes suas idéias com meras palavras. Porém, mais vale um gesto que mil palavras. Amastes a própria glória e não a de Deus.
    O Deus judaico-cristão está “sustentando todas as coisas pela palavra do seu poder”. (Hebreus) Ele não deixou o mundo ou o universo à sua própria sorte. Um único exemplo já nos demonstra isso: Jesus Cristo veio ao mundo; era o Verbo (Deus) que se fez carne e habitou entre nós.
    Jefferson Miranda dos Reis Cury.

  21. a biografia deste é facinante suas ídeias importantissima creio que muitos se guiaram por elas afinal de conta se ateu não é nenhum pecado tenebroso.pra mim os grande heróis da historia se basearam nelas para vencerem grandes lutas ,sendo assim porque não dizer que os heróis deste séculos devem muito a esses filosofos

  22. Voltaire é D+.

    Uma das acaracterísticas que eu mais prezo em Voltaire é sua Astucia e Ironia(não que eu tenha essas qualidades), mas é uma forma genial de se falar em política. MaRAVILHOSO.

    Uma Frase dele na Obra :”O Homem de Quarenta Escudos”

    ” O Tamanho do estômago do legislativo me fez fazer um grande sinal da cruz”. – referência aos impostos cobrados dos lavradores pela monarquia Francesa na época.

    Quando li isso fiquei dando rizada sozinho no ônibus.D+.

  23. estava precisando de algo deste tipo para o meu trabalho de filosofia,voltaire foi realmenet alguém muito esforçado. adorei ter o conhecido, foi muito mágico!

    beijão galeraaa! ;*

  24. O homem é um estranho para com sua própria pesquisa; não sabe de onde vem, nem para onde vai. Átomos atormentados num leito de lama, devorados pela morte, um escárnio do destino.

    Grande Voltaire!

  25. pesquisei por causa de um trabalho de escola… achei q nem ia le nada.
    e acabei lendo tudo !

    mt bom. envolve filósofos, como Locke e Descartes [q eu tava aprendendo em filosofia].

    achei mt legal.

    :D

  26. Impresionante o ser que foi Voltaire, se pudesse varia o mesmo, nado mais confortante que saber o que os outro pensam que sabem.
    Aoguém disse la longe no tempo sei que nada sei, eu digo sei que nada sabem e estou aprendendo.
    Viver é tão dificil que alguns fogem, não por covardia e sim por medo de viver.
    Amar é sublime e sublime é ser amado sem reservas.
    obrigado pude me expressar.

  27. Aquiestá:

    http://brasil.indymedia.org/pt/blue/2008/08/426963.shtml
    É recompensador constatar que apesar de monstruosa maioria ludibriada por religiosos o ser humano ainda prospera.
    Vejam bem.
    Há pelo menos algumas facetas nessa questão de encarar o homossexualismo.

    Há pelos menos alguns comportamentes homossexuais a considerar:

    . O que se orienta assim por injunção de contingência da balança genética feita pela Natureza. Onde o ser não tem a menor culpa pela tendência que o leva a sentir estímulo não conhecido pelo hetero.

    . O que se orienta assim por vivência social.

    Onde entra um fato irrecorrível: a toda exposição implica um grau de interação. De onde o indivíduo opta por um comportamento por gosto adquirido; entrando aí a questão do livre-arbítrio.

    . O que se orienta por veleidade e ou leviandade.

    Onde se processa as aberrações ridículas à vista; e as crassas manifestações de subverter heteros ao que não são. É o lado reprovável que expõe o homossexual como um tendente à comportamento reprovável.

    Com certeza a comunidade GLS e toda a fauna humana deve se aperceber disso. Temos dificuldade em discernir logo de cara tais pretensões do comportamento homossexual; e teremos problemas até comportar a Sociedade com essa realidade.

    Há fatos, entretanto, cu – ri – o – sos:

    Vejam. A Hipocrisia. O presidente Lula, com alguns anos de mandato, ainda não tinha se dado conta que sua posição não era a de um de nós quando nos colocamos à mesa dum bar, à vontade, sem maiores consequências (aliás, onde está a utilidade dos clubes, que praticamente faliram na Sociedade Brasileira); e foi tremendamente infeliz ao fazer piada boba afetando todos os homens de uma região do Brasil. Depois aparece em vídeo confraternizando com o crivela. HOMENS dispostos a comportarem a voz de uma nação, no mínimo devem saber que o termo Laico implica exatamente a consideração de lidar com diferenças.

    Não é a discriminação, ou o uso da discriminação aqui, e abono ali (como ocorre politicamente no RJ e SP), mas é ao ESCRÚPULO que devemos nos ater.

    E se há algo sem escrúpulo, muito mais que a política não-laica, é a religião; que ora diz uma coisa, ora outra, subverte escrachadamente qualquer tema, qualquer consideração, qualquer proposição, para continuar impunemente ludibriando-nos da infância à escola, daí à nossas escolhas pessoais de convivência, e por diante.

    Os homossexuais como os negros são totalmente usados por inexcrupulosos àvidos de poder. Eles mordem e assopram em ambas as questões.

    Uma pessoa com consciência não vai ter nenhuma simpatia pelos que se expressam como os do ítem da leviandade. Mas saberá notar um jeito de ser diferente em alguns de nossa espécie, e notará que eles não se precipitam a desancar a Sociedade em benefício próprio; são até cortezes e muitas vezes sensíveis de uma maneira peculiar, dando conotações em muitas áreas da atividade humana que não teríamos se não fosse a visão que têm de serem entre uma coisa e outra.

    A Natureza é por demais complexa para ser reduzida ao bitolamento de mentes encabrestadas.

    Com certeza absoluta o costume religioso praticamente “cria” condições tendentes ao ítem da leviandade; isso é comprovado em linhas religiosas “fortes” na História e no Brasil.

    Notemos como quando os religiosos querem se defender ante argumentos claros contra as posturas esquisitas que têm na Sociedade, apelam para conotações sexuais pejorativas, e pior, demonstram “uma” educação tendente à criminalidade, à violência insana, à mentira deslavada; tentam desesperadamente se impor ante fatos irrefutáveis.

    Então, para concluir: Chegamos ao Século XXI é inevitável o confronto de idéias num patamar muito mais amplo que dispúnhamos antes; e a Internet, felizmente para a espécie humana toda (que é maior do que qualquer facção ou maioria “tremenda” que for), é um passo inexorável para a maior conquista que almejamos, viver em tal consonância com suportes verídicos atestados pela legitimidade da vida feita pela Natureza que através disso enfim, tenhamos como usufruir de um autêntico bem-estar pessoal e civil.

    Haddammann Veron Sinn-Klyss

  28. Nossa esse site é muito bom mesmo..
    eu ia pesquizar sobre a vida de Voltaire no site da wikipédia,mas esse site supera..
    sempre que eu precisar eu venho aki pesquisar
    muito interessante;
    eu ia ler só uma parte só que aí acabei lendo quase tudo só nao li pq eh muito grande..

  29. lee … isso e eu presisava somente de uma pesquisa mais fui me interessando , com o literario Voltaire ….!!!
    Mas axo que vc´s deviam especificar mais os resumos dos livros tipo ” presisava saber da história do livro Zadig” e nao tem um resumo mais detalhado pra quem nao que lee o livro !
    é meu recadu fica aiii !!!

    ..bjO… :D

  30. Amei este resumo
    é apaixonante a vida de Voltaire deu até vontade de ser amiga dele , fiquei imaginando conversas com ele, porque ele era uma pessoa que nao culpava deus por todas as coisas que lhe acontecia e nem se prendia a nada nem religiao nem a familia simplesmente vivia e amava Paris assim como eu parabéns pelo resumo pena que acabou rsrsrsr

  31. nossa! tava lendo só por curiosidade(falta do que fazer no trampo) mas juro que agora to tentando parar de ler coisas do gênero pra ir embora. hehe

    Parabens ao brother dono do site ae.

  32. é serio a coisa…tem q ter muita dedicação a faser …trabalho escola…precisa quere ler….e depois commenta..a respeito do trabalho para fica de dentro do asuntu…eu adoro ler..também é um exercício…e muito facil de aprender..adoro navega na net para estuda … e conversa + os amigos…óla pessoal se alguém quere bate um papo com migo me add no msn:decin-janu-msn@hotmail.com..xauzinho..e bons estudos..adoro vcs….amoLLLL.^^

  33. Oiiiê!!!! o//

    I
    LOVE
    THIS!

    Mto gira! Voltaire foi um modelo de vidaa!!♥

    Curti mtããoo o text!
    Mais eu acho que diviriá ser mais resumô!
    Tou fazendo um trabalho escolar e preciso de resumo sobre ele
    ;x
    Bjão povô !
    Leiam e se interessem! ;*

    ♥Bjss sabor melancia♥
    ♣By:♣
    ♠Luluca Fofuca♠
    Fuiii!

  34. eool seein q eool so liinda taa ?/

    e eesse idiotaa aê nuum vaii me detê naauum …

    eool sei disso !¬¬¬ :O !

    vivaaa a linguageem d sinaaaiis !

    VIVAA !!

    vivaa eool !

    VIVAA !!

    vivaa tdooo !

    VIVAA !

    vivaa o chicoo barrigudooo !

    VIVAAA !

    sdjihsaidfusahfiusaf ….

    vivaa galera seeein vidaa …

    uhulless …

  35. bom eu tbm vi esse filme jovem sedutor , vi um documentario dele tbm na rede minas aki de minas gerais um documentario em frances mto bom msmo , mas nao sei o nome certo para indicar para vcs .
    voltarie é mto bom msmo , bom saber q a genti como eu q tbm viaja mas ideias dele.
    bom c alguem quiser me add ae para conversa sobre voltaire troca umas coisas novas sobre ele ..rabellorabello@hotmail.com
    vlwss

  36. Bom to no 1° ano ;]
    tenho qui fala tudo sobre a vida de François Marie Arouet conhecido como Voltaire,
    a Obra qui eu mais fosto dele é Maomé de 1741,
    ih a frase qui ,ais fosto é – ” Senhor, proteja-me das pessoas que amo e confio, porque dos meus inimigos ciudo eu ”
    tah ai ;]
    beijuu;**

  37. rsrs eu tb assisti um filme hoje de madrugada, como o colega ja disse, um Joven Sedutor, onde estão os trabalhos de Voltaire voltados pra sedução, ou aplicáveis a ela??

  38. Gostei do texto achei o bastante rico, as ideias da antiguidade nunca mais serao expostas como ele expos.Gosto e continuarei me guiando atraves dos seus pensamentos.

    Gostaria que possesem mais textos do genero.Obrigado

    Mocambique

  39. Bom dia para todos!

    Li o texto e achei interessantíssimo!
    Bem,Para falar de surrealidade religiosa o exemplo de Muhammad foi um pouco incorreto.Levando em consideração que essa história sobre Muhammad não é bem como dissiminaram no “ocidente”,havendo então um entendimento errôneo sobre o fato.

  40. Simplesmente fantástico!
    Já tinha uma afinidade pelas suas idéias e agora esse laço se estreita ainda mais…
    Nunca li um texto dele mas tenho curiosidade. Soube de um que estou procurando e não consigo encontrar: Prece à Liberdade, eu o ouvi uma vez e me apaixonei…
    Toda ajuda é bem vinda!
    Muito obrigada à todos que puderem me ajudar nessa busca(por favor!)
    Bjs

  41. “muito explicativo e conclusivo esta biografia, admiro muito Francois(voltaire) pela sua busca constante de conhecimento,justiça e libertade, nós brasileiros estamos prescizando destes pilares, principalmente justiça, mais acredito que um dia nossa nação vai dar por conta de todas injustiças social,politica e economica atual e tentar reverter esta situação….muito prazer…
    e abraços….
    ass: Diogo André R. Gomes.

  42. Ranei….Aprendi muito sobre o pai e o padrinho dele….e ele e feio pra kramba!!!!!Pra paks!!!!!hhehehehehehehehehehehehe…..me add garela Voltariana!!!!!
    Uhuuuuuuuu Velha iguaçu!!!!Bju fãs do voltér!!!!

  43. muito bom, Voltaire é O FILOSOFO para mim, ideias que apesar de serem “antigas” condizem com a necessidade atual, é sempre bom ter algo a mais para guardar em nossa mente. Voltaire é vida, obra e realidade.

  44. Olah… p quem procurou a página pq levou um naum bonitinho de um professor de filosofia na net na hora do almoço rssssss após responder apenas uma de minhas perguntas, como se pronuncia voltaire?… comprei dois exemplares por citação de nietzsche q ainda naum terminei de ler… voltaire CÂNDIDO e O INGÊNUO encontrei o q MIGUEL dizia, fiquei ainda mais curiosa e platonicamente alucinada p devorar… ei valeu demais pela boa dica q o Deus de voltaire, meu, seu e de todo mundo nos guie ah obrigada viu…

  45. ola! gostaria de saber o nome de qualquer livro que fale sobre a vida e obra de voltaire (de preferência o mais completo e verossímel), agredeço pela atençaõ e espero respostas.

  46. Eu ainda estou esperando a minha resposta. :S

    Se Voltaire é contra a Injustiça, pq nesse texto diz que ele finaciava o tráfico de escravos????

    Ah, e quanto ao texto, eu gostei, não tenho problemas com comprimento de texto não. Se me interessa vou até o fim.

    E também concordo, com aqueles que pediram para expor as idéias por ele defendidas, como também alguns pensamentos, frases.

    Um abraço p vcs e bom trabalho!;)

  47. Gostariamos de saber mais informaçoes sobre o Voltaire, pois somos do 8ºano , e estamos a fazer um trabalho sobre a sua vida e obra . Se conseguirem mais informaçoes com a linguagem correcta de um 8ºano , por favor envie para o mail indicado, indelicadamente, o mais rapido possivel . Obrigado .

  48. gostaria de saber se voces podem me ajudar pois preciso de um livro de voltaire porem não sei qual, pois a citação de que preciso não sei a que livro se refere. a citação é: “não concordo com nada do que voce disse, mas morrerei defendendo o direito de voce dize-las. se puderem me ajudar, será ótimo. muito obrigado desde já. marco antonio dos santos

  49. acho que tinha que ter mais informaçao……………………..sobre o voltaire……………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………..xau

  50. quando tinha 14 anos de iadade, morre minha mãe, com o tempo meu pai mim abandona. bém agora moro só, e não tenho mas sonhos, acontece que muitas coisas se passaram por minha cabeça e entrei em depresão. Já pensei em fazer muinras coisas erradas, e acabei fazendo. muitos olham para mim com maus olhos, e percebo que eu que sou mal. queria respostas de como possuir o otimismo, ou fazer com que minha alma se tonase alegre. lembro-me muito do passado e agora para onde vou. minha mente está poluida, tento buscar Deus mas não o encontro.ajudem-me

  51. eu queria um contexto mais esplicativo que retratasse mais as idéias de Voltaire…ele podia explicar mais seus aspectos pisicológicos e físicos…tirando isso…ficou perfeito!!!

  52. Concordo em gênero, número e grau!… o texto é ótimo, mas mto extenso e pouco objetivo… mas bom… que tal resumir ele heim?..rs..rs..rs.. ah, é verdade tbem q não mencionaram a principal idéia de Voltaire!..kkkkk

  53. Não li o texto, mas o trecho que li, contem informações erradas sobre Micrômegas. Na verdade, ele tem 4Km de altura, e mais de 300 sentidos, foram misturadas as informações de Micrômegas com as do “saturnino”.

  54. Muito bom… eu que já era um grande fã de Voltaire, depois de ler o texto, me tornei um seguidor de suas idéias… Voltaire é, agora, o escritor e filósofo de minha predileção… no qual eu mais me identifico…

  55. Um texto interessante,porém mto grande…Acho q vcs deveriam resumir+este texto,dizendo qm foi realmente Voltaire…Um grande bjs pra vcs e se vcs qserem me add…Fui+eu volto=';’=

  56. Voltaire,apenas fez oque sua inteligencia emocional o proporcionou,se foi bom ou ruim cada ser tera uma leitura de sua literatura mas que bom que ela persistiu a todo tipo de intemperies da humanidade e permanece atual ate hoje.

  57. Precisava desse texto para fazer um trabalho para minha namorada. Ta muito bom ele e parabéns.

    CRIS EU TE AMO COMO NUNCA NINGUEM AMOU E NUNCA NINGUEM VAI AMAR. VOU FAZER O QUE FOR PRECISO PARA SEMPRE TER VOCE COMIGO. TE AMO!!! THIAGO – MOR…

    Valeu o espaço para dizer que eu amo ela

  58. Well,
    I was researching something, and then I found a quote which authorship is credited to Voltaire. Pleaz, I´d like to know if this sentence is authentic, I mean, really belongs to the authors´ considerations about “life”. It means something like that: If you dont believe in crimes you will never stop committing it. I like to have your gentle help, to look at all the Voltaire´s literature to give me the chance to learn something about his considerations and thougths as a
    well-know philosopher, I know he is.

    humbly,

    Michel Braga de …

  59. A frase (*) mais famosa de Voltaire, verdadeira obra prima na defesa da igualdade do direito de expressão foi esquecida de ser inncluída no excelente texto resumo apresentado.
    (*) ” Não concordo com uma só palavra que dizeis, mas defenderei até a morte vosso direito de dizê-las ”

  60. Acho que o texto ficou muito bom, realmente excelente. Foi extremamente útil em meu trabalho. Sobre as idéias dele, realmente concordo que poderiam ser mais trabalhadas, mas se a pessoa ler o texto com atenção vai percerber que este tema também é abordado; em algumas situações a resposta não está escrita, é preciso buscar nas entre-linhas.

  61. o pessoal, realmente vale a pena ler voltaire o texto simplifica muito a verdadeira face deste incrivel caráter histórico, não perdam tempo reclamando, corram e leiam
    “não concordo com uma palavra que vc fala, mais defenderei até a morte o direito de dize-las” voltaire

  62. O texto até ficou bom… mas ficou mt grande, poderia resumir um pouquinho. e as idéias que precisava para meu trabalho não encontrei! coloque as idéias e resuma um pouco que ficará ótimo!

  63. Estou procurando entender mais sobre Voltaire, só que não tenho muito tempo, então fica um pouco difícil ficar lendo textos longos como estes, mas o taxto é muito bom e também é bem escrito. Gosto de ler sobre ateísmo, sou ateu e por isso gosto de saber quem foi e quem é como eu sou. Atheist, always!!!

  64. Eu concordo com várias pessoas, estava preucurando mesmo eram suas idéias!
    a minha dúvida era se Voltaire defende um despotismo esclarecido ou uma monarquia parlamentarista.Se alguém puder me informar sobre isso, agradeçeria!
    Obrigado.

  65. O texto é muito interessante, mas parece não absorver bem a idéia de VOLTARIRE a respeito de Deus. Para mim, ele entende que Deus é uma cosntrução social útil para manter certo controle social.

Deixe uma resposta