Escravidão negra no Brasil

O NEGRO E A ESCRAVIDÃO

Antônio José BORGES HERMIDA – compêndio de História do Brasil (1963)

a) A escravidão indígena e africana

A escravidão tornou-se “necessária” no Brasil, porque os trabalhos nas plantações e nos engenhos, onde se fabricava o açúcar, exigiam muita gente. Os colonos recorreram então aos índios. Mas, para a lavoura, a escravidão indígena não deu bons resultados. Eles estavam acostumados a uma vida livre, pois nas tribos os trabalhos mais pesados eram feitos pelas mulheres. Também eram defendidos pelos jesuítas que lhes ensinavam a e a religião cristã. Entretanto, para certas atividades, como a de caçar, pescar ou pilotar uma canoa, que já exercia quando livre, o índio mostrou ser um bom escravo. Por isso houve sempre a escravidão- indígena e numerosas expedições, chamadas entradas e bandeiras, foram feitas ao interior com o fim de aprisionar os índios para depois vendê-los no litoral. Para a , porém, tiveram os portugueses de recorrer à escravidão africana, pois os negros já viviam-na África na condição de escravos e eram muito mais resistentes que os índios. Embarcados na África nos porões dos navios, muitos deles morriam, vitimados pela má alimentação e pelas doenças. Por isso esses navios se chamavam tumbeiros, palavra derivada de tumba ou sepultura. Das doenças que acometiam os negros, as mais freqüentes eram o banzo, o sarampo e a varíola. O banzo era a mais estranha de todas: o escravo ficava triste, por sentir saudades de sua terra, recusava comer e morria de fraqueza. Os negros que vieram para o Brasil pertenciam a vários grupos, sendo os mais importantes o Sudanês e o Banto. Os portos do Brasil, que mais escravos africanos receberam, foram os de Salvador, Recife e Rio de Janeiro. Nessas cidades, os negros, assim que chegavam, recebiam forte alimentação na base do milho, para recuperar as forças perdidas durante a viagem; depois eram vendidos em leilão. Os compradores examinavam o pobre escravo como quem compra um animal: perguntavam pela idade, verificavam seus dentes estavam em bom estado ou se havia defeitos pelo corpo.
Rugendas - Mercado de Escravos

Rugendas - Mercado de Escravos

No Brasil o negro praticou todos os ofícios e serviu até como criado doméstico. Conhecedor do da mineração, tornou-se indispensável nas minas, onde valia elevado preço. É de origem africana a espécie de peneira, chamada bateia, até hoje usada pelo garimpeiro para catar ouro no fundo dos rios. Também de algumas bandeiras participaram os africanos, que os paulistas chamavam tapanhunos.
Lavagem de ouro em Itacolumi, quadro de Rugendas

Lavagem de ouro em Itacolumi, quadro de Rugendas

Mas foi no engenho que os escravos prestaram os maiores serviços: trabalhavam nos canaviais, na fabricação do açúcar e nas matas onde iam buscar lenha para as caldeiras. À noite, recolhiam-se a uma dependência da fazenda chamada senzala. O negro escravo exerceu grande influencia nos costumes do povo brasileiro: são de origem africana muitas festas e danças, certas crenças que ainda têm tantos seguidores, comidas, como o vatapá, o angu e o munguzá, e temperos, como o azeite-de-dendê. No Brasil eram em geral bem tratados. Mas, como houvesse casos de castigos cruéis, o rei de Portugal proibiu, em 1700, que fossem marcados a ferro quente, mutilados ou açoitados por faltas sem importância.

b) O quilombo de Palmares

Quando os negros que fugiam eram muitos, formavam agrupamentos fortificados, chamados quilombos. Houve quilombos no Rio de Janeiro e na Bahia; o mais importante, porém, foi o de Palmares, na serra da Barriga, no atual Estado de Alagoas. Em 1630, durante a invasão holandesa, em Pernambuco, os negros, aproveitando a confusão provocada pela guerra, fugiram dos engenhos e foram reforçar esse quilombo, formado alguns anos antes. Em Palmares os negros fizeram roças de milho, feijão, mandioca, e procuravam manter-se em paz com os moradores vizinhos, com os quais trocavam seus produtos agrícolas por roupas e ferramentas. Haviam também organizado um governo semelhante ao que tinham na África: as medidas mais importantes eram tomadas pelos chefes militares, reunidos num conselho presidido pelo rei. Quando o quilombo foi tomado, em 1694, já o rei havia morrido e o seu sobrinho, o Zumbi, chefiava as tropas de Palmares. Durante mais de cinqüenta anos, o quilombo de Palmares resistiu bravamente a numerosos ataques de holandeses e portugueses. Finalmente o governador de Pernambuco, João da Cunha Souto-Maior, resolveu confiar a luta contra os negros ao bandeirante paulista Domingos Jorge Velho. Em 1694, depois de vinte e dois dias de cerco, rendeu-se o último reduto dos negros no quilombo dos Palmares. Durante muito tempo se disse que o chefe do quilombo, o Zumbi, preferiu suicidar-se a ficar prisioneiro nas mãos dos vencedores. Está provado, porém, que ele, com um grupo de vinte homens, lutou bravamente até morrer.

RESUMO

O negro e a escravidão

a) A escravidão indígena e africana

  • Inconvenientes da escravidão indígena: não estavam acostumados ao trabalho da lavoura e eram protegidos pelos jesuítas.
  • Aptidões do escravo indígena: caçar, pescar e pilotar canoa.
  • Doenças dos negros: banzo, sarampo e varíola.
  • Centros de importação do negro: Salvador, Recife e Rio de Janeiro.
  • As atividades do negro escravo: criado doméstico, mineração e engenho.
  • A contribuição do negro: festas, danças, crenças, comidas (vatapá, munguzá, angu) e temperos (azeite-de-dendê).

b) O quilombo de Palmares

As atividades no quilombo: roças de milho, feijão e mandioca. Organização do quilombo: conselho de chefes militares presidido pelo rei. O sucessor do rei: seu sobrinho, o Zumbi. Fim do quilombo de Palmares (1694): vitória de Domingos Jorge Velho.

QUESTIONÁRIO

  • 1) Quais eram as desvantagens da escravidão indígena ?
  • 2) Em que atividades o indígena era bom escravo ?
  • 3) Que eram tumbeiros ?
  • 4) Que era o banzo ?
  • 5) Quais os principais portos do Brasil que receberam escravos negros ?
  • 6) Que é bateia ?
  • 7) Em que atividades os escravos negros prestaram serviços ?
  • 8) Que eram tapanhunos ?
  • 9) Que era senzala ?
  • 10) Quais as influências que o negro exerceu nos costumes do povo brasileiro?
  • 11) Que eram quilombos ?
  • 12) Como viviam os negros no quilombo de Palmares?
  • 13) Quem foi Domingos Jorge Velho ?
  • 14) Que aconteceu com o Zumbi ?
  • 15) Quem foi André Furtado?

Comentários

Mais textos

77 Comments:

  1. Só esqueceram de dizer que os negros trazidos da africa a força eram HEBREUS, tambem esqueceram de dizer que os tais “indios” eram tambem HEBREUS, e que ja estavam mais de 2000 anos morando aqui, quando Cabral chegou.

  2. texto ruimm, sem qualidade para os debates dos dias atuais, é incrivel a ignorância das pessoas, quando se fala em escravidão, elas simplesmente não conseguem encontrar as brechas que alguns profissionais apontam acima, elas não procuram ter um senso critico e sim um senso comum, acomodando-se, somente em uma versão deturpada e depois saem falando besteiras mundo à fora, rs…

  3. brunaa stéfany moura

    adorei mt eme ajudou a fazer a pesquisa
    entre rios bahia

  4. joao vitor fernandes

    Muito bom valew gente me ajudou muito

  5. julianacristina

    é muito legal eu vou tira um dez obrigado

  6. jheniffer monteiro da silva

    eu adorei muito parabens e muito interessante

  7. jessica lima alves

    gostei muito e muitom

  8. MUITO BOM ADOREI JA SABIA MUITA COISA MAIS MIM APROFUNDEI MAIS

  9. Algueem sabe :
    De que forma os as escravos era comercializados aqui no Brasil ?

    b) De que forma os comerciantes e contrabandistas capturavam os africanos que seriam vendidos como escravos no Brasil e na América ?

  10. tirei 10 pq esse é o sait perfeito!!

  11. esse assunto tem que isplicar melhor assunto; onde trabalham os povos africanos que chegavam ao brasil? não encontrei tem outras coisas que não tem nada a ver ver que vcsss cria um melhor a pf mandou eu fazer ainda hojee e amanhã e provaaaaaaaaaaaaa!taaaaaaaaaaaaaa xau bjssss

  12. muito bom para trabalho de escola isso

  13. CHATO,MAIS QUE LIÇÃO DE HISTÓRIA!!!!!!!!!

  14. tem que ser menor muito menor!!!!!!!!

  15. muiiitoooooooooooo ruim escravidaoooooooooo

  16. pq a igreja católica permitiu a escravidão negra e não a escravidão indígena no Brasil?

  17. Daniel salazar

    eu achei muito legal devia fazer mais dessas coisas muito bom bom de +

  18. Nossa os escravos eram vistos como se fossem um animal,se eu pudesse dar a liberdade para os escravos eu faria de tudo para os escravos terem liberdade!Não é só os brancos que tem que ter a liberdade,os negros também tem que ter a liberdade!

  19. GOSTEI MUITO DO TEXTO!!!

  20. legal essse comentario

  21. e muito rui que foi escravos e esta pessoas e muito ruin i si foçe ele naõ ia gosta

  22. assim eu achei muita coisa pra escreversabe entao eu vou continuar depois quando eu estiver tempo por q e muita coisa coisa não dar pra ficar na frente do computador so vendo como esta a escravidao hj mais tem mas uma coisa por q ñao tira mais uma coisas dai por q ter muita coisa pra escrever por isso q eu estou deixxando meu comentario por q eu ja não aguento mais escrever tah

  23. eu gostei mais ficou um pouco sem graça por q eu estava procurando emagens

  24. eu gostei do texto..mais estava procurando mais imagens… pois a min ha professora exige mais as figuras do que os textos..mais mesmo assim adorei!!da pra tirar uma basa com o texto!!

  25. Adorei muito este texto
    Continui assim
    Bjosss

  26. adorei o texto muito legal falando sobre zumbi dos palmares!!

  27. eu achei muito chato nçao explica o que eu perguntei acrescenta +++++ coisa mas dá pro gasto8(

  28. Eu encontreii tuddoo o quii euo proucuraavaaa•…Obriigada~h…Geentee add meu msn aÊ:.Dessa_lanza@hotmail.com
    Bye :)

  29. foi um bom documentario esplica muito bem o que estava procurando

  30. escravidão africana no brasil.
    sou uma escrava que trabalha muito morro em quilombo número da casa é 802 eu sou a mãe de leite obrigado por miovi>>>>>

  31. só tenho a agradecer porque me ajudou bastante sei q a nota q eu precisava em eu trabalho terei após pesquisado aqui na página de vocês.
    obrigada!

  32. Existem algumas informações equivocadas quando se menciona que o elemento negro no Brasil era bem tratado.
    Se partirmos do pressuposto que retirar a sua liberdade, limitar a sua comuniçao, forçar a trabalhar até quase exaustão e açoitá-lo todas as vezes que havia qualquer questionamento não sendo raro todas estas ações segundo o próprio arquivo nacional, estamos falando de outro Brasil.
    Ensinem o correto, não podemos nos orgulhar deste longo e tenebroso episódio, mas devemos aprender com ele.
    Temos outros trechos que não condizem com a realidade, mas que só aprendemos quando buscamos um conhecimento acadêmico mais apurado.
    Fica aqui o convite a todos

  33. eu sou contra a escravidão

  34. As informações deste texto são desatualizadas e imparciais. Contém uma visão conservadora sobre a questão da escravidão, que já foi há muito tempo superada pelos textos didáticos mais recentes. Convenhamos que um livro publicado em 1963 contém necessariamente uma visão de mundo diferente de quase 50 anos de diferença. Dizer que a escravidão foi necessária não informa ao educando seus reais objetivos: obter mais lucro com mão de obra barata. Afirmar que a escravidão do índio não deu certo porque ele prefere viver livre, esconde a realidade que o índio conhecia a terra, por isso podia fugir e nunca mais ser pego, enquanto o africano, por não ser oriundo daqui, tinha mais dificuldades para sobreviver na mata. Essas são informações importantes para que os estudantes entendam essa página de nossa história e nossa realidade hoje, mas que não estão no texto.

  35. Graça Barros

    Sou graduanda em Pedagogia, gostei muito do resumo.Farei pedidos de ajuda para minhas pesquisas.Um abraço
    Graça

  36. wueendyy marryy devon

    hi lovets your site!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    its uan beliaza!!!!!!!!!!!!
    my name its wueendyy,i hi gier dos eua!!!!!!!!!!!!
    hi gorv 14 yars

  37. ?yo estoi aqui in brazil y teno q ficar in una escoela,y in nes escoela,yo teno q fazier uno trrabarro,sobrre la excravidión.
    pesquisei niest sitee y incontrey muentas coesas interreçantes.
    myo nombre,ess yessica,y yo muerro in venézuella.yo vin por brazzil parra yer my amica manu.iella my intentendie,y yo intendo iella.iella me ajueda a fazier las coesas y ier my adipeetanndo con la brazil.myo nombre ess yessica y io amei lo iest sitee.
    foi mui,mui bien piesquisaire la aqie.
    yo teno q irr por la inglaterra aguera.
    adios!!!!!!!
    por tuedos los amiegos q gostarrón diest lo sitee!!!!!!!!!!***

  38. ameeeeeeeeeeeeeeeeei pesquisar aqui.
    so enconteri coisa boa nada de mal.
    otimas respostas pro meu trabalho.
    se bem q eu nem devia gostar de fazer,porque a minha professora:mo chata

  39. esse site e uma porcaria

  40. douglas costa
  41. bem ta me ajudano mas to adorando beijos thais

  42. amanda vanessa

    que construçõis foi deixado pelos negros

  43. ain, que amei esse “MINI RESUMO” vai me ajudar um pouco com o meu trabaalho :) ah vlw aí ;*
    er, se tiverem algun site relacionado com escravidão negra me avisem! preciso urgente, mais até hoje a noite ;x brigada amrs *-*

  44. este resumu é muito legal !

  45. e o menoor resumo qe eu ja vii 8l

  46. noa foi como eu esperava que seria ,eu achava que era melhor !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  47. desculpa mas eu gostei muito desse ressumo

    meu nome é nayany

  48. este comentario é um comentario muito emportante
    nao sei o porque ter escravos se tem si tem pessoas rasista nesse mundo!!!!!!!!!!!

  49. MUITO BOOOM MANOO ! SÓ ASHEI ESSE RESUMOO BOOM .. OS OTRO Ó .. SEM COMENTARIOO .. PARABÉNS AEE PRO SITE

  50. Ameii gentee ! Com isso vou ganhar um 10 no meu trabalho de historiaa ! tava muito dificil achar em outros site mas aqui o resumo está perfeito ! PARABENS

  51. Muito bom. Parabéns o Site!!!

  52. eu adorei o assunto ok

  53. oi…eu gostei da expicação porem vcs não sabem anotar o que nos queremos♥

  54. È muito bom os assduntos mais nao achei o que queria!!!

  55. Baah issu akiie nãao éras !

  56. Vou tirar 10 no trabalho da escola!!!!

  57. sssssss@htmail.com

    eu não achei o q quiria

  58. quais eram os costumes dos ecravos da africa?

  59. eu gostei muito me ajudou bastante

  60. isso naum me ajudou pois naum fala das doenças na epoca da escrevidao

  61. Tatiane Souza

    No trecho abaixo vocês reproduzem uma consciência tendenciosa sobre a escravidão, num ponto de vista equivocado e sustentado por teorias chulas e racistas da acadêmia.

    “Para a agricultura, porém, tiveram os portugueses de recorrer à escravidão africana, pois os negros já viviam-na África na condição de escravos e eram muito mais resistentes que os índios”

    Ainda bem que existe pessoas conscientes e que fazem um trabalho de descontrução deste miticismo e folclorismo empregado por muitas pessoas que se atrevem a tratar a história e cultura africana e afro-brasileira de forma hóstil.

  62. juliana batista

    oi td bem com vc
    bjo me liga

  63. Achei interessantepois eu prescisava disso para o futebol, ENEM e para a prova da 5 vsérie e da4 série

  64. xau me resoveu tudo e mais um pouquinho

Deixe uma resposta