Resumo sobre os índios brasileiros



Compêndio de História do Brasil – Antonio José Borges Hermida
Fonte: Ed. Cia Nacional, 1963.

a) Origens do indígena da América

Ainda não se sabe de que região teria vindo para o Novo Mundo o índio americano, também chamado homem pré-colombiano porque já povoava a América muitos séculos antes de ser ela descoberta por Cristóvão Colombo.

Para muitos sábios o homem americano seria originário da própria América. É a teoria chamada autoctonismo, palavra de origem grega que significa surgido na própria terra.

Há, porém, os que admitem tenha o homem pré-colombiano vindo da Ásia. Os partidários da teoria asiática afirmam que o povoamento do Novo Mundo começou pelo norte: em época muito remota, o estreito de Bering, entre a América e a Ásia, era menos largo, de modo que a passagem, de um continente para outro, poderia ser feita com facilidade.

A terceira teoria chama-se australiana: o indígena americano teria vindo da Austrália. Outros acham que há muitas semelhanças entre o indígena do Novo Mundo e o habitante de certas ilhas da Oceania: concluíram, por isso, que os povoadores da América teriam vindo da Oceania. Há também quem julgue ter a América sido povoada em várias épocas por gente de diversas regiões. Ásia, Austrália e Oceania.

b) Usos e costumes do índio brasileiro

Os índios viviam principalmente da caça e da pesca. As tribos mais adiantadas, porém, plantavam o milho, a mandioca e o fumo.

Quando a caça faltava e a pesca se tornava insuficiente, os índios mudavam-se para outros lugares. Eram, portanto, nômades.

Para a caça os índios usavam o arco e a flecha. Pequenas setas eram destinadas à caça miúda, como pássaros. Também sabiam preparar armadilhas e imitavam com perfeição as vozes dos animais, meio com que procuravam atraí-los.

Para a pesca os índios utilizavam pequenas redes chamadas puçás, flechas, anzóis e plantas que atiravam ao rio, como o tim-bó, e que matavam os peixes. Dos tubarões extraíam os dentes para fabricar pontas de flechas.

As tribos, que praticavam a agricultura, preparavam as roças pondo fogo nos matos. É o que se chama coivara, costume ainda hoje muito usado no interior do Brasil. Para obter o fogo os índios imprimiam, com a palma das mãos, um movimento de rotação a um pequeno pedaço de pau, cuja ponta se friccionava em outro, até formar uma chama que se comunicava a folhas secas.

Encontro dos índios com europeus (Rugendas)

Encontro dos índios com europeus (Rugendas)

 

Os adornos principais dos índios consistiam em pintar o corpo com a tinta vermelha do tmicu e azul do jenipapo; alguns furavam as orelhas e os lábios, onde punham pedaços de madeira ou botoques, nome que até serviu para denominar uma tribo, a dos botocudos. Também usavam colares de contas, de dentes de animais ou de inimigos e enfeitavam-se com penas de pássaros.

Suas armas prediletas eram o arco e a flecha, de várias dimensões, lanças e o tacape, feito de madeira pesada. Algumas tribos conheciam a esgarowatana, tubo ôco por onde disparavam, com o sopro, pequenas setas envenenadas.

Dos intrumentos musicais os índios conheciam o tambor (uai), uma espécie de chocalho que chamavam maracá, e a flauta de osso humano, denominada membi.

A guerra era empreendida na ocasião em que amadureciam o milho e o caju de que faziam uma

bebida, o cauim, Quando julgavam suficiente o número de prisioneiros, que deviam ser devorados, interrompiam os combates é voltavam para a taba onde, com grandes festas, sacrificavam as vítimas.

Os índios obedeciam a um chefe, o morubixaba. Maior influência, porém, tinha o pajé, o feiticeiro da tribo. Acreditavam que ele possuía podères extraordinários: adivinhar o futuro, curar todas as doenças, transformar-se em qualquer animal e até tornar-se invisível.

Cerâmica Marajoara

Cerâmica Marajoara

c) Principais nações e tribos

Das nações indígenas a mais importante era a dos Tupis que os jesuítas denominavam índios da língua geral pois a língua tupi era falada em toda a costa brasileira. Essa nação compreendia muitas tribos: Maués e Omáguas no Amazonas; Potiguares, no Rio Grande do Norte; Caetcs, da Paraíba ao rio São Francisco; Tupinambás e Tupiniquins na Bahia; Tamoios no Rio de Janeiro e, mais para o sul, os Carijós e os Guaranis.

No Norte do Brasil vivia a nação dos Nuaruaqucs. Algumas de suas tribos tinham notável adiantamento, como prova a cerâmica marajoara, vasos de argila feitos com perfeição, encontrados na ilha de Marajó. São Nuaruaques os Manaus e os Aruãs.

Os Caribas ou Caraíbas formam outra nação. Algumas de suas tribos eram tão cruéis que do nome cariba se derivou canibal, que é sinônimo de antropófago. Também habitavam as Antilhas e eram hábeis canoeiros.

Outra nação era a dos Jês ou Tapuias. Uma de suas tribos mais atrasadas e ferozes, a dos Aimorés, vivia no Espírito Santo. Os Aimorés não faziam casas, dormiam no "chão sobre folhas e tinham o hábito de açoitar os filhos com plantas espinhosas para que se acostumassem a andar pelos matos. Ficavam escondidos, aos grupos, à beira dos caminhos para atacar as pessoas que passavam, matá-las e depois devorá-las. Os atuais Xavantes, de Goiás, pertencem ao grupo ou nação dos Jès.

Das nações menores há a dos Guaicurus, que eram índios cavaleiros de Mato Grosso. Durante a guerra do Brasil com o Paraguai, esses índios muito ajudaram os brasileiros.

d) A contribuição do índio

Os índios muito contribuíram para a formação do povo brasileiro. Do seu cruzamento com o branco formou-se o tipo mameluco que teve importante papel em grandes acontecimentos da História do Brasil: eram mamelucos muitos dos que participaram das entradas e bandeiras.

Dos antigos mamelucos descendem os atuais caboclos, que povoam principalmente a Amazônia. Embora muito mais raro, houve também cruzamento entre o índio e o negro. Desse cruzamento resultou o tipo conhecido por ca-fuzo.

Foi muito variada a influência dos índios nos usos e costumes do povo brasileiro. Na alimentação basta lembrar o emprego tão comum da farinha de mandioca e do milho.

São também de origem indígena a rede, tão apreciada pelas populações do Norte e Nordeste, processos ainda hoje usados de pesca e de caça, tipos de embarcação como a canoa e a jangada, a aplicação de numerosas ervas e raízes no tratamento de muitas doenças e o uso doméstico de utensílios de barro. Deixaram ainda, principalmente os de língua tupi, um grande vocabulário que se aplica à maioria dos acidentes geográficos do Brasil, como montanhas, ilhas, rios e cidades.

R E S U M O – O indígena brasileiro

a) Origens do indígena da América

As teorias sobre a origem do homem americano: autoctonísmo, asiática, australiana e da Oceania.

Autoctonísmo: originário da própria América.

Justificação geográfica da teoria asiática: passagem do homem pelo estreito de Bering.

b) Usos e costumes do índio brasileiro

Gênero de vida: caça e pesca, pequena agricultura e nomadismo.

Adornos dos índios: urucu, jenipapo, botoques, colares e penas de pássaros.

As armas: arco e flecha, lanças, taeape e esgaravatana.

Os instrumentos musicais: tambor (uai),. chocalho (maraeá) e flauta de osso humano (membi).

O chefe: o morubixaba.

O feiticeiro da tribo: o pajé.

c)Principais nações e tribos

A nação dos Tupis: Maués e Omáguas (Amazonas); Potiguares (Rio Grande do Norte,); Caetés (da Paraíba ao rio São Francisco); Tupínambás e Tupiniquins (Bahia); Tamoios (Rio de Janeiro); Carijós e Guaranis (sul do Brasil).

Nuaruaqucs: Manaus e Aruãs.

Carihas ou Caraíbas: origem do nome canibal como sinônimo de antropófago.

Jês ou Tapuias: Aimorés e Xavantes.

Os Guaicurus: índios, cavaleiros de Mato Grosso.

d) A contribuição do índio

O tipo mameluco: cruzamento do branco com índio. O cafuzo: cruzamento do índio com o negro. Na alimentação: farinha de mandioca e milho.

Outras influências: a rede, a canoa, a jangada, a medicina indígena, objetos de barro e o vocabulário tupi.

QUESTIONÁRIO

1) Que é autoctonismo ?

2_) Que é homem pré-colombiano ?

3) Quais as teorias sobre 0 povoamento da América?

4) De que se alimentava 0 índio brasileiro?

5) Que é a coivara ?

6) Como o índio obtinha o fogo ?

7) Quais eram as armas dos índios ?

H) Quais eram os instrumentos musicais dos índios.?

9) Quais as " principais tribos tupis ?

10) Que é cerâmica marajoara ?

11) Qual a origem do nome canibal?

12) Como viviam os Aimorés ?

13.) Que particularidade apresentavam os Guaicurus ?

14) Quais os cruzamentos dos índios?

15) Quais as principais influências indígenas na formação do povo brasileiro ?


ceramica-maia

LEITURA

Os índios mais adiantados da América

Não se deve pensar que somente vivessem na América populações nativas atrasadas, como as do Brasil ou os peles-vermclhas dos Estados Unidos, índios nômades, que se dedicavam à caça ou à pesca, quando não praticavam uma agricultura rudimentar, principalmente de milho e de mandioca. Ficou mesmo, como expressão popular, a palavra índio no sentido de estado primitivo de civilização.

Entretanto, houve índios adiantados na América: possuíam cidades, praticavam o comércio e tinham elevados conhecimentos nas artes e nas ciências. Eram os astecas, no México, os maias, na península mexicana de Iucatã e. na América Central, os chibchas na Colômbia e os incas no Peru.

Os astecas fundaram no planalto de Anauac a cidade de Tenuchtitlã ou Mccliili. Do nome Mechtli derivou-se o termo México, hoje aplicado tanto a um país da América do Norte como à sua capital.

Entre os astecas a terra era dividida em lotes para ser cultivada pelos chefes de família. Além do milho e do cacau, plantavam o maguei que produzia uma bebida até hoje muito apreciada, chamada pulque.

Como os outros povos da América, os astecas não conheceram a moeda metálica, e, em seu lugar, xisaram a semente de cacau.

Os índios americanos mais adiantados sabiam trabalhar os metais, menos o ferro, fabricavam tecidos, geralmente de algodão; mas os incas o faziam ainda com a lã de certos animais, como o guanaco, penas de aves e até peles de morcego. Todos eles foram também grandes construtores, sendo que os maias, como os antigos gregos, se distinguiram na arquitetura e na ; por isso, tiveram o apelido de os Gregos do Novo Mundo.

Na América Central foram encontradas ruínas das antigas cidades maias, já envolvidas pela floresta tropical. Até hoje não se sabe com certeza quais os motivos que obrigaram os maias a abandonar aquelas primitivas cidades para fundar um novo império mais ao norte, na península de Iucatã. Acredita-se, porém, que essa migração haja sido provocada pelo empobrecimento do solo, pois os maias usavam o fogo no preparo das suas lavouras. Também não conheciam os adubos nem o arado que, ao revirar a terra, contribui para conservar a sua fertilização.

Os chibchas distinguiram-se principalmente na ourivesaria, a arte de fabricar jóias. Sua principal cidade, Bacatá. deu origem a Bogotá, atual capital da Colômbia.

Os incas viviam no Peru, naquele tempo compreendendo um território muito extenso, pois abrangia o atual Peru, a Bolívia, o Equador, além do norte do Chile. Sua capital era Cusco. Lima foi fundada pelos espanhóis durante a conquista.

Como as vcstais do antigo povo romano, os incas possuíam as "Virgens do Sol’, sacerdotisas que viviam isoladas em grandes edifícios, com a missão de manter o fogo sagrado em honra do deus Inti.

A arquitetura dos incas, embora menos adiantada que a dos astecas e maias, apresentou caráter social, pois, além dos templos e palácios, consistiu na construção de pontes e de estradas providas de calçamento.

É importante acentuar ter sido a América o único continente que não conheceu nem a roda nem o carro: é que no Novo Mundo não havia animais de carga, a não ser o bisão, na América do Norte, e o lhama no Peru. Mas o primejro, semelhante ao boi, vive cm estado selvagem e o lhama, muito parecido com um pequeno camelo, não suporta cargas pesadas. É por isso (pie, mesmo entre os povos indígenas adiantados, o próprio homem era utilizado no transporte das mercadorias.
.Os adornos principais dos índios consistiam em pintar o corpo com a tinta vermelha do tmicu e azul.

Comentários

comments

Mais textos

56 comentários - Clique para ver e comentar

Prezado visitante: por favor, não republique esta página em outros sites ou blogs na web. Ao invés disso, ponha um link para cá. Obrigado.


Início