Povoados, vilas e cidades do Brasil Colonial – Resumo



Antônio José BORGES HERMIDA – compêndio de História do Brasil (1963)

 

  POVOADOS, VILAS E CIDADES do Brasil Colonial


a) Feitorias e vilas


Até a vinda de Martim Afonso de Sousa, os únicos núcleos existentes na costa brasileira eram as feitorias, com alguma fortificação para enfrentar os ataques dos índios e dos estrangeiros. Nessas feitorias ficavam alguns portugueses, encarregados de acumular os produtos da terra, principalmente pau-brasil, depois transportados para Portugal.
Foi Américo Vespúcio, que veio na segunda expedição exploradora, de 1503, quem fundou, já em 1504, a primeira feitoria na costa brasileira: a de Cabo Frio, onde ficaram vinte e quatro homens. Nos anos seguintes outras feitorias foram fundadas, principalmente no Nordeste, pois o pau-brasil era aí mais abundante e de melhor qualidade.
Com a criação das capitanias hereditárias foram fundadas vilas no Brasil. Apenas a primeira, a de São Vicente, tinha sido criada alguns anos antes, em 1532, por Martim Afonso de Sousa. Quanto à povoação de São Paulo, teve ela origem no colégio do mesmo nome, criado, em 1554, pelo padre José de Anchieta, no planalto de Piratininga. Mais tarde se tornou vila e, em 1711, passou à categoria de cidade.
Ainda na capitania de São Vicente, durante o século XVI, foi fundada por a Vila de Santos, que depois teve a aprovação de Tome de Sousa.
Na capitania de Pernambuco ou Nova Lusitânia foram criadas pelo donatário, Duarte Coelho, as vilas de Olinda e Igaraçu.
Quando os holandeses ocuparam Pernambuco, transferiram a capital, até então em Olinda, para a povoação e porto do Recife, habitada por gente rude mas enriquecida no comércio. Depois da expulsão dos invasores, a capital voltou para Olinda mas Recife continuou a prosperar e por isso foi elevada à categoria de vila, o que provocou a inveja dos olindenses. Essa foi a causa da Guerra dos Mascates, pois mascates era o apelido que os habitantes de Olinda davam aos de Recife.
Outras vilas, criadas durante o século XVI, foram a de Porto Seguro, pelo donatário Pero do Campo" Tourinho, e a de Conceição, na capitania de Itamaracá.



camponês no brasil colonial

 

Ao lado: Selvagem do Interior de Goiás, empregados  no   transporte   de   ouro.
(Conforme desenho de Debret).


Uma Junta em Pernambuco - Rugendas
Ao alto: "Uma Junta em Pernambuco". (Segundo  desenho   de  Rugendas).

b) As primeiras cidades


A primeira cidade do Brasil foi a do Salvador, fundada por Tome de Scusa, em 1549, na baia de Todos os Santos. Para construí-la o governador-geral teve a ajuda dos jesuítas, chefiados pelo padre Manuel da Nóbrega; dos índios de Diogo Álvares, o Caramuru, e dos antigos colonos, que residiam na pequena Vila do Pereira e ti-, nham vindo para o Brasil com o donatário Francisco Pereira Cou-tinho. Foram logo construídas as primeiras casas, como a do Governo e a do Colégio dos Jesuítas. Também foram levantadas as for-tificações para a defesa da cidade contra o ataque dos índios e dos estrangeiros.
Ainda no governo de Tome de Sousa, o papa, ao nomear o primeiro bispo para servir no Brasil, escreveu no decreto ou bula, em lugar de Salvador, o nome São Salvador. Por isso até hoje a capital da Bahia é conhecida pelos dois modos.
A 1.0 de março de 1565 Está-cio de Sá fundou a segunda cidade do Brasil, a de São Sebastião do Rio de Janeiro, entre os morros Pão de Açúcar e Cara de Cão. O lugar, porém, por estar situado entre elevações, não permitia o desenvolvimento da cidade e por isso, em 1567, Mem de Sá resolveu transferi-la para o morro de São Januário, que também se chamou do Castelo e foi depois demolido.
Até 1763 Salvador foi a capital do Brasil mas, nesse ano, o ministro português Marquês de Pombal passou a sede da colônia para o Rio de Janeiro. A atual capital, Brasília, foi inaugurada a 21 de abril de 1960, durante o governo do presidente Juscelino Kubits-chek.
A última cidade fundada no Brasil, no primeiro século da colonização, chamou-se Filipóia de Nossa Senhora das Neves, mais tarde Paraíba, e atualmente João Pessoa. Seu fundador foi Frutuo-so Barbosa, empenhado na conquista da região dominada pelos potiguares. Esses índios eram amigos dos franceses e do chefe tabajara, o bravo Pirajibe.


Selvagem do Interior de Goiás, empregados  no   transporte   de   ouro. - Debret


RESUMO Povoados, vilas e cidades


a)    Feitorias e vilas


A primeira fcitoria: fundada por Américo Vespúcio em Cabo Frio   (1504). A primeira vila: São Vicente, fundada por Martim Afonso   (1532). A fundação da vila de Santos: por Brás Cubas (1546). As vilas fundadas por Duarte Coelho: Olinda e Igaraçu. Rivalidade entre Recife e Olinda:  Guerra dos Mascates.
Outras vilas do século XVI: Porto Seguro (na capitania do mesmo nome) e Conceição   (na capitania de Itamaracá).

b)    As primeiras cidades

A primeira cidade:  fundada por Tome de Sousa   (1549).
O nome São Salvador: erro na bula que nomeou o primeiro bispo.
A segunda cidade: fundada por Estácio de Sá, entre os morros Pão de Açúcar e Cara de Cão (1.° de março de 1565), chamada São Sebastião do Rio de Janeiro.
As capitais do Brasil: Salvador até 1763, Rio de Janeiro (até 20 de abril de 1960)  e Brasília.
A última cidade fundada no século XVI: Filipéia de Nossa Senhora das Neves (atualmente João Pessoa)  fundada por Frutuoso Barbosa.


QUESTIONÁRIO – Povoados, vilas e cidades do Brasil Colonial

  1. Que era a feitoria ?
  2. Que sabe sobre a primeira feitoria fundada no Brasil?
  3. Onde foi  fundada  a  primeira  vila  do  Brasil?
  4. Qual a origem da primeira cidade de São Paulo ?
  5. Quem foi Brás   Cubas ?
  6. Que era a Nova Lusitânia ?
  7. Quais as vilas fundadas por Duarte Coelho ?
  8. Que foi a Guerra dos Mascates ?
  9. Onde ficava a vila de Conceição ?
  10. Como foi fundada a primeira cidade do Brasil?
  11. Que sabe sobre a fundação da cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro?
  12. Quem foi o Marques de Pombal ?
  13. Que houve a 21 de abril de 1960?

Comentários

comments

Mais textos

19 comentários - Clique para ver e comentar

Prezado visitante: por favor, não republique esta página em outros sites ou blogs na web. Ao invés disso, ponha um link para cá. Obrigado.


Parceiros
  1. Blog do Miguel
  2. Conexões Epistemológicas
  3. Consistência
  4. Diário da fonte
  5. Filosofonet
  6. Ricardo Rose – Da Natureza & Da Cultura
  7. Umas reflexões
  8. Veritas

Início