Consciência - Filosofia e Ciências Humanas

Epicuro – Hedonismo



Epicuro
 
 
Epicuro (341 – 270 a. C) filósofo grego nascido em Samos

foi favorável ao , doutrina desenvolvida originalmente por e , que o influenciou quando começou a filosofar, aos catorze anos. Sua família era nobre, mas ficou pobre. Seu pai foi um dos colonos que foram de Atenas para Samos. Quando criança acompanhava a mãe no trabalho em casas de pobres, e assim conheceu as crenças populares. Não sofreu muita influência dos filósofos que o precederam, pois não se dispôs a estudá-los. Em 325 a. C vai para Atenas onde comprou um jardim estabeleceu sua escola. Os epicuristas, alunos desta escola filosófica podiam ser homens ou mulheres, eram unidos entre si e com os professores. Atenas atravessava uma época difícil, mas ele lá permaneceu. Existe um busto que nos dá a descrição de Epicuro: a cabeça é forte, o nariz acentuado, os lábios espessos, a expressão calma e benevolente. Tinha muitos discípulos e amigos. O ponto básico de sua doutrina é que o bem é o prazer, e acusam os epicuristas de terem se entregue aos excessos dos festins, mas Epicuro comia muito pouco nas suas refeições diárias. Os eram atraídos pelo programa da sua escola : "aqui vocês encontrarão-se bem, aqui reside o prazer. Os epicuristas tinham os estóicos como adversários. Epicuro foi um dos grandes escritores da Antigüidade, compôs mais de trezentos tratados. Não era muito científico, e suas conclusões são passíveis de críticas. Escreveu um tratado, Da Natureza, em trinta e sete livros, no qual delineia a teoria atomística, os átomos são a explicação final das coisas, pontos últimos de deslocando no vazio, nada existe a não ser isso, a alma é formada de átomos materiais, tudo acontece devido a interação mecânica entre eles. O universo é corpo e espaço. Deve-se argumentar com aquilo que não é evidente aos sentidos. Sempre existiu alguma coisa e os átomos tem variadas formas . Enquanto o prazer é o soberano bem, a dor é o soberano mal. É uma moral hedonista, e tem que se eliminar toda a dor. A ataraxia (que é um estado da alma em que nada consegue perturbá-la, ela fica impassível. Chega-se a ela atendendo os desejos naturais e ignorando os desejos supérfluos, o sábio feliz contenta-se com o estritamente necessário. É o prazer estável que garante a . Devemos filosofar em atos. Todo o incômodo desejo se dissolve no amor a filosofia. E o sábio não tema a morte, pois quando se vive ela não existem não a sentimos e quando chega a morte, se deixa de ser.

Para Epicuro, o essencial para a felicidade é a nossa condição íntima. O desejo precisa ser controlado, para que a serenidade nos ajude a suportar a dor. A vida se torna agradável com o sábio raciocínio, que investiga a causa. A justiça não existe em si. Outra coisa interessante é o seu conselho para vivermos em reclusão, ignorados.

Por ser um defensor do prazer, quiseram fazer de Epicuro e os Epicuristas defensores da volúpia, mas o próprio fala contra isso, o prazer não é sensual.

Karl escreveu uma tese sobre Demócrito e Epicuro. em alguns trechos comenta o epicurismo e o estoicismo, especialmente na Gaia Ciência.











 Palavras-Chave

epicuro epicuro vida epicuro frases epicuro biografia epicuro e a felicidade epicuro principais escritos epicuro de samos epicuro obras epicuro filosofo epicuro resumoepicuro a alegria epicuro amizade epicuro a vida epicuro a vida dele epicuro ataraxia epicuro alegria epicuro amor epicuro a felicidade epicuro biografia epicuro bibliografia epicuro brasil escola epicuro bem e mal epicuro carta sobre a felicidade epicuro conclusão epicuro carta a meneceu epicuro carta epicuro carta sobre a felicidade download epicuro curiosidades epicuro cartas sobre a felicidade epicuro citações epicuro carta a felicidade epicuro carta sobre a felicidade pdf epicuro de samos epicuro deus epicuro de samos biografia epicuro de samos frases epicuro download epicuro determinismo epicuro desejos epicuro dor epicuro dor e prazer epicuro de samos resumo epicuro e a felicidade epicuro escritos epicuro etica epicuro e a morte epicuro e a ética epicuro e felicidade epicuro e suas obras epicuro e o prazer epicuro e sua filosofia epicuro e zenão epicuro frases epicuro filosofo epicuro felicidade epicuro filosofia epicuro frase epicuro filósofo epicuro frases morte epicuro frases e pensamentos epicuro felicidade ataraxia epicuro filosofo grego epicuro epicuro ideias epicuro influenciou quem epicuro introdução epicuro jardim epicuro liberdade epicuro livros epicuro livro epicuro morte epicuro molho epicuro moral epicuro medo da morte epicuro nero d’avola epicuro nero d’avola sicilia epicuro nero d’avola 2008 epicuro obras epicuro obra epicuro o jardim epicuro o que ele pensou sobre ética epicuro o filosofo do jardim epicuro o que ele pensou sobre politica epicuro o filosofo da alegria epicuro o filosofo epicuro principais ideias epicuro principais escritos epicuro principais obras epicuro prazer epicuro pensamentos epicuro prazer e dor epicuro pensador epicuro politica epicuro principais idéias epicuro prazer moderado epicurus quotes epicuro quando e onde viveu epicuro quem foi epicuro resumo epicuro realidade epicuro resumo da vida epicuro se inspirou em quem epicuro sua pesquisa epicuro se inspirou em quem e influenciou quem epicuro significado epicuro samos epicuro sobre a morte epicuro se deus epicuro suas principais ideias epicuro sobre o bem e o mal epicuro seus pensamentos epicuro teoria do conhecimento epicuro textos epicuro tetrafarmaco epicuro uol epicuro vida epicuro vida e obra epicuro video epicuro virtude epicuro vida e principais ideias epicuro vida e principais ideias e principais escritos epicuro vida e obras epicuro vida e morte epicuro wikipedia epicuro wiki epicuro youtube

Comentários

Mais textos

31 comentários - Clique para ver e comentar

Prezado visitante: por favor, não republique esta página em outros sites ou blogs na web. Ao invés disso, ponha um link para cá. Obrigado.


Tags: , , , , , , , , ,

Início