Consciênia - Filosofia e Ciências Humanas
Platão, biografia e pensamentos aristoteles Descartes Rousseau Nietzsche Marx

Símbolos Árticos – As estruturas simbólicas de Nas Montanhas da Loucura, de H. P Lovecraft


Gabriel Gastaldo

Trabalho de Conclusão de Curso apresentado como parte integrante dos requisitos necessários para a obtenção do grau de bacharel em Letras pela Faculdade Dom Domêmico.

Resumo:

Este teve como objetivo principal analisar a obra “Nas Montanhas da Loucura” (At the Mountains of Madness), do escritor Howard Philips Lovecraft, sob a ótica da Teoria Literária de Tzevetan Teodorov e com o auxílio da de Carl Gustava Jung, identificando-se os arquétipos no decorrer de trechos selecionados do texto.

Ainda esboçou-se um paralelo entre Lovecraft e o escritor Edgard Allan Poe, dentre outros autores que também compuseram obras sobre o tema da Ficção Antártica.

Para este objetivo, pesquisou-se as obras de Sunand Tryambak Joshi, tentando compreender melhor o autor, o desenvolvimento da sua habilidade literária e os relatos da sua vida pessoal.

O estudioso de mitologia e religião comparada Joseph John Campbell também foi utilizado como base teórica para a identificação dos arquétipos constantes em “Nas Montanhas da Loucura”, como derivação de .

Além destes, Jean Chevalier foi parte integrante da metodologia bibliográfica, com a utilização de determinados símbolos e de seus significados.

Durante a execução deste trabalho utilizamos ainda a metodologia bibliográfica descritiva e um vídeo com uma entrevista de Carl Gustav Jung.

Nas-Montanhas-da-Loucura

http://www.consciencia.org/wp-content/uploads/2013/12/TCC-final.pdf

Comentários

Mais textos

Adicione o seu comentário

Prezado visitante: por favor, não republique esta página em outros sites ou blogs na web. Ao invés disso, ponha um link para cá. Obrigado.


Tags: , , , , , , , ,

Início