EHRENBURG – O CACHIMBO DO DR. PETERSON

ILYA GRIGORIEV EHRENBURG nasceu em Kiev em 1891. Oriundo de uma familia hebraica. Mocidade difícil, encargos penosos levaram-no à revolta contra o regime vigente em sua pátria. Negaram-lhe, inclusive, a matrícula no curso secundário.

Encarcerado em 1908. Um ano depois, abandonava a Rússia indo viver na França. Durante oito anos percorreu, a Europa, tendo voltado à pátria, em 1917, onde exerceu diversas funções. Seu romance “Júlio Jurenito” conta essa peregrinação européia.

Correspondente durante a guerra civil espanhola e no correr da última conflagração mundial.

Obras principais: “Treze cachimbos”, “Miguel Likov”, “Júlio Jurenito”, “O beco de Moscou”, “O amor de Joana Ney”, “Espanha”, “O supervisor do tempo”, “A queda de Paris”, etc.

Panfletário de inteligência, rápida e viva, satírico impiedoso, desempenhou, grande papel na imprensa e na literatura soviética. Condecorado com a ordem de Lênin.

Conto do Escritor Russo ZOCHTCHENKO

ZOCHTCHENKO (1895-1958)

Nasceu MICKHAIL MIKHÁIL O VITCH ZOSCHTCHENKO no ano de 1895. Seu pai era pintor. Quando a guerra explodiu, em 1914, ele era estudante, mas se apresentou ao Exército voluntariamente e foi ferido e gaseado. Em 1918 e 1919 foi soldado do Exército Vermelho.

Sua atividade literária começou em 1921.

Zóschtchenko escreveu, então, numerosos contos humorísticos e satíricos, em que se compraz em rela­tar a vida da gente humilde e dos simples.

Este autor é considerado o mais corajoso e o mais original dos humoristas que a Rússia soviética produziu neste últimos tempos

UMA RAPARIGA ESTRANHA – Conto de Korolenko

VLADIMIR GALAKTIÕNOVITCH KOROLENKO nasceu na Ucrânia em 1858. Filho de um juiz com uma grande dama pertencente à nobreza polaca. Morto o pai muito cedo, Korolenlco improvisou-se professor para sustentar a família. Estudou depois no Instituto Tecnológico de São Petersburgo, mais tarde em Moscou, sempre vencendo grandes dificuldades de vida, acontecendo ser exilado para Kronstad por ter-se metido em politica. Trabalhou na imprensa como revisor de provas. Preso e deportado, novamente, em 1879 seguiu para a Sibéria. Nessa região escreveu várias de suas novelas, que lhe deram notoriedade na sita volta ao mundo civilizado. Em 1885, tendo voltado à Rússia, foi obrigado a residir em Nijni-Novgoroã. Foi amigo de Gorki.

Dentre as suas melhores produções contam-se: “O músico cego”, “O sonho de Makar”, “Os murmúrios da selva”, geralmente conhecidos entre nós. “História de um contemporâneo meu” é autobiográfico.

Korolenko morreu em Poltava em 1921.

Tolstói – mestre da Literatura Russa

NASCEU TOLSTÓI (Leão Nikolaievitch Tolstói) em Iasnaia Poliana, distrito de Tula, no ano de 1828. Sua família gozava de excelente situação economico-financeira. Fêz seus estudos na Universidade de Kazan. Pouco se dedicou aos estudos, ocupando-se mais numa vida livre de campo, em que exercitava suas qualidades físicas. Serviço militar no Cáucaso em 1851. Sua estada caucasiana lhe forneceu material para muitos dos seus trabalhos literários. Fêz a guerra da Criméia. Viaja pela França e pela Suécia. Experiências de fundo pedagógico o entusiasmaram em Iasnaia Poliana.

A HERANÇA – Conto de DOSTOIÉVSKI

DOSTOIEVSKI – (1821 — 1881) Biografia e Obras Grande figura da ficção mundial, não apenas da russa, em todos os tempos, FIODOR MIKHÁILOVITCH DOSTOIEVSKI nasceu em Moscou em 1821, filho de um médico militar. Em virtude das dificuldades de um lar pobre a que se juntava a grande avareza paterna, a infância do escritor decorreu … Ler maisA HERANÇA – Conto de DOSTOIÉVSKI