A concepção de Deus no Platonismo – História da Filosofia Antiga

Se lermos as palavras cheias de vida que o velho Platão dirige, nas Leis (887 c ss.) a uma juventude que manifesta as maiores dúvidas sobre a existência de Deus, teremos, imediatamente, a impressão de que, para este filósofo, a religião toda depende do coração. Contudo, Deus não é, para Platão, apenas objeto da fé! Tal concepção é ainda estranha ao homem antigo. A existência de Deus é para êle,
antes, objeto da ciência. Platão não nos deixou nenhuma prova formal da existência de Deus. Mas há, nas suas obras, dois processos de pensamento indicativas de uma via clara para Deus, e que foi aproveitada na Filosofia posterior, como uma prova real dessa existência. Podemos denominar a uma dessas vias, a física e, à outra, a dialética.

Deus – Atributos Entitativos – Curso de Filosofia de Jolivet

Curso de Filosofia – Régis Jolivet Capítulo Segundo ATRIBUTOS   ENTITATIVOS 220 Chamam-se atributos entitativos (ou metafísicos) aqueles que se referem ao próprio ser de Deus. Estes atributos são os seguintes : 1.       Simplicidade. — Deus não é composto de partes, nem quantitativas, nem metafísicas, nem mesmo lógicas. Com efeito, toda composição supõe imperfeição, pois o … Ler maisDeus – Atributos Entitativos – Curso de Filosofia de Jolivet

Provas Metafísicas da Existência de Deus – Curso de Filosofia de Jolivet

Curso de Filosofia – Régis Jolivet Capítulo Segundo PROVAS   METAFÍSICAS   DA   EXISTÊNCIA   DE   DEUS 201        Podem-se distinguir dois grupos de provas da existência de Deus: o das provas metafísicas e o das provas morais, conforme estas provas partem da realidade objetiva do universo, ou da realidade moral. Na realidade, toda prova de Deus é metafísica, … Ler maisProvas Metafísicas da Existência de Deus – Curso de Filosofia de Jolivet

TEODICÉIA – Curso de Filosofia de Régis Jolivet

Curso de Filosofia – Régis Jolivet TEODICÉIA PRELIMINARES 198      1.    Natureza da Teodicéia. a)         Definição nominal. A palavra Teodicéia vem de duas palavras gregas que significam justificação de Deus, e era reservada inicialmente às obras destinadas a defender a Providência contra as dificuldades que se levantam com o problema da existência do mal. b)         Definição … Ler maisTEODICÉIA – Curso de Filosofia de Régis Jolivet