Consciênia - Filosofia e Ciências Humanas
Platão, biografia e pensamentos aristoteles Descartes Rousseau Nietzsche Marx

Deus – Atributos Entitativos – Curso de Filosofia de Jolivet


Curso de Filosofia – Régis Jolivet

Capítulo Segundo

ATRIBUTOS   ENTITATIVOS

220 Chamam-se atributos entitativos (ou metafísicos) aqueles que se referem ao próprio de Deus. Estes atributos são os seguintes :

1.       Simplicidade. — Deus não é composto de partes, nem quantitativas, nem metafísicas, nem mesmo lógicas. Com efeito, toda composição supõe imperfeição, pois o composto depende necessariamente dos elementos ou das partes que o constituem; ele é, portanto, em relação a seus componentes, um ser secundário e derivado. Ora, Deus é o Ser absolutamente primeiro. Logo, não é composto de forma alguma. E, portanto, é perfeitamente simples.

2.       Infinitude. — Deus é infinito, quer dizer, sem limite no seu ser, uma vez que é o Ser por si, quer dizer, o ser que existe por sua própria essência. Com efeito. De onde lhe poderia vir um limite qualquer? Não poderia vir de uma vontade estranha, uma vez que nada existe acima de Deus, que de nada depende e tudo d’Ele depende. — Não poderia vir, além disto, de sua própria vontade, pois Deus não se fez a si mesmo. — Enfim, não pode vir de sua própria essência ou natureza, pois esta essência resume todas as perfeições e exclui toda imperfeição, portanto, todo limite.

3.       Unicidade. — A unidade que está agora em questão, não é a que resulta da indivisão do ser em si mesmo (192). Já sabemos que Deus, sendo infinitamente simples, é por isto mesmo infinitamente uno. Trata-se agora de mostrar que Deus é único, quer dizer, que não pode existir mais do que um único Deus.

Isto resulta do fato de que o conceito de dois seres infinitamente perfeitos é contraditório. Com efeito, Deus é tudo o que é, por sua própria divindade, quer dizer, por sua natureza. Ora, o que torna um ser tal   é   incomunicável   e   não poderá, por conseguinte, multiplicar-se: se um homem fosse um tal homem pela própria natureza humana, e não (como é o caso) pelas qualidades, individuais que o distinguem dos outros homens, ele não constituiria senão um único ser com a humanidade; seria a própria humanidade, e não poderia existir outro homem além dele. Assim, Deus, sendo a própria natureza divina, não pode existir mais que um só Deus. —A. unicidade divina pode ainda ser demonstrada pela absoluta perfeição da divindade. Se existissem vários deuses, eles difeririam necessariamente entre si. Ora, esta diferença exigiria que um possuísse o que faltasse a outro, que não poderia ser Deus, — ou, então, que a ambos faltasse alguma perfeição possuída pelo outro, e, neste caso, nenhum possuiria a perfeição infinita, quer dizer, nenhum seria Deus.

4.    Intensidade. — Etimologicamente, é imenso o que não pode ser medido, e a imensidade é um atributo divino que exclui de Deus toda possibilidade de ser circunscrito ou limitado por qualquer coisa que seja. Este atributo decorre imediatamente da infinitude divina:  o que é infinito não pode ser limitado por nada.

A ubiqüidade, ou presença de Deus em todas as coisas, não se realiza senão pela criação do mundo. Deus está presente ao universo e a cada parte do universo, que ele conserva pela ação contínua de seu poder.

5.    Eternidade. — Deus é eterno, uma vez que existe pela própria necessidade de sua natureza. Por outro lado, começar a
ser é uma imperfeição que não se poderia atribuir, sem cair no absurdo, ao Ser infinitamente perfeito.

A eternidade divina exclui a transformação e a sucessão. Ela não é um desenrolar de estados diversos e sucessivos, mas propriamente a posse total e perfeita de u?na vida infinita. Não existe nela, portanto, nem passado, nem futuro: ela é um presente perpétuo.

 




Índice   [1] [2] [3] [4] [5] [6] [7] [8] [9] [10] [11] [12] [13] [14] [15] [16] [17] [18] [19] [20] [21] [22] [23] [24] [25] [26] [27] [28] [29] [30] [31] [32] [33] [34] [35] [36] [37] [38] [39] [40] [41] [42] [43] [44] [45] [46]

Comentários

Mais textos

1 comentário - Comente também

Prezado visitante: por favor, não republique esta página em outros sites ou blogs na web. Ao invés disso, ponha um link para cá. Obrigado.


Tags: , , , , , , , ,

Início