EM PORTO XAROPE, A CARTA QUE CAIO F NÃO CONSEGUIA ENCERRAR

set 30th, 2011 | Por | Categoria: Cartas

Nei Duclós   Sigo hoje publicando as cartas que Caio Fernando Abreu enviou  de Porto Alegre (aqui identificado como Porto Xarope) para mim nos anos 70, e que tem causado grande repercussão  nas mídias sociais, blogs e jornais. Digitá-las uma a uma, cuidando para que tudo saia na íntegra como ele me enviou é um […]



A SOLIDÃO EM JACK O MARUJO

set 24th, 2011 | Por | Categoria: Jack o Marujo

Nei Duclós Jack o Marujo acorda na noite alta, vai para o convés e nota a neblina espessa de estranha luminosidade. É você, sereia? balbucia o capitão Ela levou sua luneta e suas medalhas, capitão, disse o papagaio. Dei para ela, disse Jack o Marujo. Daria mais, se mais de um coração tivesse O amor […]



JACK O MARUJO E O AMOR

set 23rd, 2011 | Por | Categoria: Jack o Marujo

Nei Duclós O capitão está dando trabalho. Além de transmitir suas respostas, tenho me dedicado a atender a curiosidade e à abordagem do seu grande fã-clube, que aumentou consideravelmente depois que ele se aprofundou num dos seus temas favoritos, o amor. Mas tudo o que e relaciona a Jack o Marujo é feito com a […]



JACK O MARUJO E O PAPAGAIO

set 20th, 2011 | Por | Categoria: Jack o Marujo

Nei Duclós Não bastasse o capitão, agora tem um pior do que ele: o papagaio. A estréia de mais um boquirroto a bordo do barco causou estrago entre corsários e sereias. Jack o Marujo reagiu. E abordou outros assuntos também. O pior mesmo foi ter pesadelos com um certo pirata, o famigerado Long John Silver […]



VÉSPERA DE PÁSSARA

set 14th, 2011 | Por | Categoria: Poesia

Nei Duclós   Começou o meu exílio teu silêncio sem aviso lei que define o limbo cadeira no fim da fila   Faz o oposto do que digo faz por gosto, faz por birra me condena a ver navios Some quando mais preciso   Gosto de tudo em ti. Até do que não me liga: […]



JACK O MARUJO E A LUA

set 14th, 2011 | Por | Categoria: Jack o Marujo

Nei Duclós O nascimento esplendoroso da Lua cheia na noite de 12 de setembro alvoroçou o Twitter e o Facebook. É claro que o principal admirador da grande e luminosa mulher alada, nosso capitão frasista incorrigível, esteve ocupado o tempo todo no trabalho de homenageá-la. A corte se refletiu em inúmeras sacadas. A introdução ao […]



JACK O MARUJO E O IMPERADOR

set 11th, 2011 | Por | Categoria: Jack o Marujo

Nei Duclós Incrível a força de Jack o Marujo. Querem que ele faça coisas. Alguém improvisou um enfarte nele. Outro põe palavras na sua boca. E começa a pipocar perguntas para o capitão para saber o que pensa sobre determinados assuntos. Mas Jack diz e faz o que quer. Nunca se sabe. É por isso […]



KARTA KAÓTICA II, DE CAIO F. ABREU, COM CHAVE DE OURO

set 5th, 2011 | Por | Categoria: Cartas

Nei Duclós Publico aqui agora o resto da carta de Caio Fernando Abreu para mim escrita em maio de 1976 e que ele denominou de karta kaótica, como está no post anterior sobre o mesmo tema. Vemos Caio se insurgindo contra a mediocridade da vidinha pseudo-literária e descrevendo uma sucessão de personagens reais daquela época. […]



KARTA KAÓTICA DE CAIO FERNANDO ABREU

set 5th, 2011 | Por | Categoria: Cartas

Nei Duclós Já tínhamos tempo acumulado, e não era pouco. Das cartas que Caio Fernando Abreu me endereçou em 1976, esta é a mais dark, pesada e absurdamente luminosa. Aqui temos o escritor aos 27 anos, com um livro poderoso na praça, “O Ovo Apunhalado”, sendo alvo de críticas, análises, elogios da grande imprensa e […]



CAIO FERNANDO ABREU: TRÊS MOTIVOS PARA UMA CARTA

set 5th, 2011 | Por | Categoria: Cartas

Nei Duclós Continuo hoje compartilhando mais uma carta que Caio Fernando Abreu escreveu para mim nos anos 70. Desta vez, ele enumera três motivos para me enviar suas preciosidades: primeiro, a resenha sobre meu livro de estréia Outubro, que saiu na imprensa de Porto Alegre; segundo a alegria de ter participado de um encontro com […]