JACK O MARUJO E O IMPERADOR

set 11th, 2011 | Por | Categoria: Jack o Marujo        

Nei Duclós

Incrível a força de Jack o Marujo. Querem que ele faça coisas. Alguém improvisou um enfarte nele. Outro põe palavras na sua boca. E começa a pipocar perguntas para o capitão para saber o que pensa sobre determinados assuntos. Mas Jack diz e faz o que quer. Nunca se sabe. É por isso que o livro sobre ele está sendo formatado. O capitão é pop. Qual a força de Jack o Marujo? Por que faz sucesso? Aqui, algumas declarações sobre o capitão, atual epidemia do Twitter:

“Ainda não vi ninguém usar melhor este espaço do que o Nei Duclós. Jack o Marujo é talento puro do @neiduclos em 140 caracteres. Espetáculo (Mário Luiz Medaglia).

Estou me apaixonando pelo Jack o Marujo do @neiduclos , ele sim diz tudo com nada.A lista de fã-náticos de Jack o Marujo, vai aumentando.Matreiro este pensador, viu. (Vanda Trentino).

Vou fazer campanha para que Jack circule . Chega de CFA, Clarices e demais rotinas. (@sulains).

Cara, o Jack esta ganhando vida própria! Cuidado! Olha o que o Martin Fierro fez com o José Hernadez! Mas bom mesmo é o antigo do cenário do personagem e o atual das suas ´tiradas` (Sergio Rubim).

Acho o Jack sensacional. Um marujo sem muita regra… (Frutuoso Oliveira).

O senhor é o psicografador oficial do Jack o Marujo . Esse personagem é um bom recurso para um narrador crítico em terceira pessoa. Nada como alguém fora da terra firme para poder enxergar melhor nossa realidade (@Eddiemasses)

Sua série de tuítes sobre Jack o Marujo bem mereciam uma compilação (@Frednavarro)”

Vamos à nova seleta. O cara continua aprontando:

O Imperador lhe chama. Se disser que não, vou levá-lo a ferros, avisou o guarda. Ok, vou jogar truco com o véio, disse Jack o Marujo

Como devemos atacar? perguntou o Imperador. Ponha os corruptos na linha de frente, disse Jack o Marujo coçando as costas

Leve uma carta para o Czar, disse o Imperador. Acho que vou chegar tarde demais, disse Jack o Marujo

Vou caçar javalis, disse o Imperador. Prefiro ficar sentado na clareira, disse Jack o Marujo. Terra firme me dá enjôo

Vou para o exílio, disse o Imperador. Melhor você se apresentar aos novos donos. Vou passá-los na adaga, disse Jack o Marujo

Foi visitar o Imperador? Mas não temos Imperador há mais de cem anos, disse o cético. Senti vontade de comer javali, disse Jack o Marujo

Aguardamos suas ordens, meu capitão! disse o Imediato. Bombardeiem a estibordo,disse Jack o Marujo, virando pro lado para continuar a sesta

OFICIAIS E ASPIRANTES

Trouxe-lhes alguns oficiais, meu capitão, disse o Almirante.Eles precisam conhecê-lo. Obrigado,disse Jack o Marujo.Vou colocá-los na prancha

O que devo fazer na guerra? perguntou o aspirante. Mate o que você não entende, disse Jack o Marujo

Aquilo foi uma guerra, disse o aposentado. Que guerra? disse Jack o Marujo. Não havia soldados no inimigo. Agora que tem, vocês se borram de medo

Perdi tudo, disse o flagelado. Vai no cofre da Suíça que tu acha, disse Jack o Marujo

Preciso do cais para uma passeata contra a corrupção, disse o manifestante. O fiscal libera. Leve uma garrafa de vinho, disse Jack o Marujo

Gostaria de ser meu personagem? perguntou o oportunista. Claro, disse Jack o Marujo. Primeiro te ponho no mastro e depois, prancha

Vamos assinar o contrato, disse o intermediário. Sou contra a pena de morte, disse Jack o Marujo

O sr. abraça causas? perguntou o militante. Não, abraço sereias, disse Jack o Marujo

Flagelado é náufrago em terra, disse Jack o Marujo. É quando a água aproveita o fato de as casas não serem barcos. No fundo, tudo é praia

O sr. costuma esquecer. Eu lembro de tudo, disse o inoportuno. O conjunto das recordações da anta chama-se antanho, disse Jack o Marujo

POMBO CORREIO

Vim pessoalmente saber por que o sr. não respondeu meu e-mail, disse a admiradora. Caiu o sistema dos pombos correio, disse Jack o Marujo

O Sr. não é muito velho para ela? perguntou a sirigaita. Idade, tamanho, nada. O que vale no amor é a pegada, disse Jack o Marujo

Bom sábado para um passeio, disse a turista. Pode ir, disse Jack o Marujo. Ainda não tocou o despertador da Sereia

Não tenho tempo para me apaixonar, disse a executiva. É justo, já estás casada com tua agenda, disse Jack o Marujo

Vou deixá-lo por 30 segundos, disse a gentil pastora. Não vou conseguir suportar, disse Jack o Marujo

Se isolarem o gene do sentimento para vender em farmácia, serei fornecedor, disse o sonhador. Casarás com a humanidade, disse Jack o Marujo

Agora é moda falar bem de mulher, disse a gentil pastora. Puro comércio, disse Jack o Marujo. Continuam com medo, os sem noção

O sr. é gaúcho? perguntou o pesquisador. Já fui, disse Jack o Marujo, quando acreditava em geografia. Agora sou só amor de sereia

Qual sua dança favorita, capitão? perguntou a visitante. Tango, disse Jack o Marujo. No pequeno espaço a bordo, cabe todo tipo de nó

O sr. não tem medo de dar a resposta errada? perguntou o pesquisador. Não sabia que minhas respostas eram certas, disse Jack o Marujo

Todos já foram embora. O que fazemos agora? disse a diretora do cais. Roubei um vinho da capitania. Vamos emborcá-lo, disse Jack o Marujo

Adeus, mande um pombo correio para mim, disse a bela pastora. Pode apostar, disse Jack o Marujo. Vou grudar um anel na pata do bicho

Vivo no presente, disse o baladeiro. Eu também, disse Jack o Marujo. Este barco, por exemplo, onde moro, foi presente de Netuno

Admiro sua macheza, capitão, disse a trapezista. Tudo nasce da mulher, disse Jack o Marujo.

A Sereia acordou e quer colo, disse Jack o Marujo. Levantar, äncora!

O sr. é religioso, capitão? perguntou a noiva a bordo. Sou, mas só caso no civil, disse Jack o Marujo

O que o atrai tanto nas sereias? perguntou o editor de comportamento. Os ombros, disse Jack o Marujo

Deixar comentário