Consciênia - Filosofia e Ciências Humanas
Platão, biografia e pensamentos aristoteles Descartes Rousseau Nietzsche Marx

AS UNIVERSIDADES – História da Filosofia na Idade Média


HISTÓRIA DA FILOSOFIA NA IDADE MÉDIA

Johannes HIRSCHBERGER
Fonte: Ed. Herder
Trad. Alexandre Correia

B.     AS UNIVERSIDADES

Um segundo fator da florescência da escolástica está no fortalecimento das universidades, sobretudo a de Paris. Já havia muito era essa cidade um centro científico, e mestres como e os Vitorinos atraíam estudantes de todas as terras. Os grupos docentes dispersos pela cidades aos poucos foram se reunindo, e assim nasceu, pela volta do Séc. 12 para o 13, a Universitas magistrorum et scholarium, que a princípio não foram cousa diferente das corporações — uma representação de interesses comuns. Pelos reis da França e ainda mais, pelos Papas, a nova comunidade escolar foi favorecida com ricas dotações e isso permitiu-lhes o desenvolvimento. Finalmente temos as quatro faculdades — dos médicos, dos juristas, dos artistas e dos teólogos. Com o de todas as obras de Aristóteles tomou poderoso surto a dos artistas; pois agora não devia ela ensinar somente o mero propedêutico das sete artes liberais, mas passou a dominar toda a filosofia especializada. Outras universidades, e mesmo as mais velhas, são as de Bolonha e Salerno que foram a princípio Só de Direito e de Medicina, respectivamente. Algo mais nova é a de Oxônia, não menos célebre que a de Paris, sendo esta, porém, chamada a civitas philosophorum por excelência.


Índice [1] [2] [3] [4] [5] [6] [7] [8] [9] [10] [11] [12] [13] [14] [15] [16] [17] [18] [19] [20] [21] [22] [23] [24]

Comentários

Mais textos

Adicione o seu comentário

Prezado visitante: por favor, não republique esta página em outros sites ou blogs na web. Ao invés disso, ponha um link para cá. Obrigado.


Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Início