Filosofia Grega – Período clássico: Sócrates, Platão e Aristóteles

Noções de História da Filosofia (1918) Manual do Padre Leonel Franca. CAPÍTULO I I SEGUNDO PERÍODO — (450-300 α. C.) 22. CARÁTER GERAL Ε DIVISÃO — Neste período atinge a filosofia grega o apogeu do desenvolvimento. Surgem os seus maiores pensadores, que, vindicando os direitos da razão contra o ceticismo geral, constróem sobre bases mais sólidas … Ler maisFilosofia Grega – Período clássico: Sócrates, Platão e Aristóteles

Vida e escritos de Aristóteles – História da Filosofia na Antiguidade – Hirschberger

Aristóteles
não é ateniense de nascimento, mas é originário de Estagira, na Trácia,
onde nasceu em 384. O pai era médico particular do rei macedônio Amintas, e o
próprio Aristóteles vinculou o destino externo da sua vida aos desígnios
macedônicos, com os quais também cairá. Aos 18 anos vem à Academia, onde permanece durante vinte anos, até
a morte de Platão. No decurso da
vida do mestre, altamente o honrou. Na Eegia que lhe dedicou, refere-se á
amizade que os ligou a ambos, dizendo ser Platão
um homem tão excelso que digno de o louvar não será qualquer um, mas
somente quem se digno de tal. O fato de Aristóteles
ter, pelo seu modo próprio de pensar, se afastado dele mais tarde,
nenhum detrimento trouxe a essa veneração e amizade. "Se ambos são meus
amigos” (Platão e a verdade),
diz êle na Ética; a Nicômaco (1096a l6), "pio dever é estimar ainda
mais altamente s verdade". Tem-se, contudo, a impressão de nem sempre ser sina
ira et studio
a crítica contra Platão.
De propósito, freqüentemente a suscita, nem sempre com necessidade, e, às
vezes, sendo até mesquinho. Depois da morte
de Platão, Aristóteles retira-se para. Assos no país da
Tróade, junto do príncipe. Hermias
de Arames, fundando aí, junto com outros membros da Academia, uma espécie de sucursal da escola.

►► Aristóteles: Biografia e pensamentos

Aristoteles resumo pensamento biografia

Aristóteles (384-322 a.C) foi um filósofo grego nascido na cidade de Estagira, na Calcídica, Macedônia, distante 320 quilômetros de Atenas. Essa cidade foi por muito tempo colonizada
pelos jônicos, e em virtude disto ali se falava um dialeto jônico. O nome do
pai de Aristóteles era Nicômaco, um médico. Aristóteles foi criado junto com um
grupo de médicos, amigos de seu pai. Nicômaco chegou a servir a corte
macedônica, a serviço do rei Amintas, pai de Felipe, futuro rei. Na sua
juventude teria jogado fora seu patrimônio e aos dezoito anos foi para Atenas,
a fim de aperfeiçoar sua espiritualidade, e lá ingressou na Academia, onde se
tornou discípulo de Platão, o que marcaria profundamente sua biografia.

Na Academia, Aristóteles amadureceu e consolidou sua
vocação para filósofo. Teria freqüentado-a por cerca de vinte anos,
aproveitando em muito o convívio com o mestre. Foi um discípulo brilhante inicialmente,
  e professor de retórica depois. Não se sabe ao certo seu papel na
Academia, mas deve ter se ocupado dos diversos assuntos que a Academia
investigava e tratava com toda a sociedade ateniense e com ilustres personagens
da cultura grega da época, como por exemplo, o eminente cientista Eudóxio.
Durante este período na Academia, o jovem Aristóteles chegou a defender os
princípios platônicos em alguns escritos. Mas sua inteligência e disciplina
extraordinária o faziam discordar em muitos pontos da doutrina do mestre. 
Na obra Parmênides, de Platão, aparece a figura do jovem Aristóteles.
Esse diálogo foi feito para responder a algumas críticas que a Teoria da Idéias
vinha sofrendo. De fato, Aristóteles foi um dos primeiros e o maior crítico da
teoria platônica das Idéias, com demonstra em muitas obras, principalmente na Metafísica.