BANHO DE MULHER

nov 26th, 2011 | Por | Categoria: Poesia        

Nei Duclós

Abra o chuveiro e tome um banho de mulher
deixe escorrer pelo teu corpo bruto
tua casca grossa, ombro fajuto
que molhe o cocuruto, os cabelos,
a cara. que seja uma inundação de sucos
ceras, gostos. que tenha sabor de pêra
ou de maçã e ameixa. morda e arrebente
enquanto te ajoelhas sobre o milho

Faça algazarra do que tens e não mereces
esse monte de lindas criaturas
essa chuva providenciada não só pela natura
mas pela estrela da sorte de termos ao lado
aqui mesmo, na terra, o segredo guardado
por anjos egoístas e que Deus, num safanão
jogou para o alto para que molhasse o mundo
de tesão e assim pudéssemos sobreviver

Tome um banho de mulher e não se enxugue
Depois, escolha uma

Deixar comentário