DESMAIO

mai 30th, 2011 | Por | Categoria: Poesia        

Nei Duclós

recebo o sol de leste
na véspera de junho
desmaia a mão do Mestre
na luz da manhã pura

o corpo se reverte
em traços de pintura
pincel na flor do verbo
saindo da moldura

desperto sob a sebe
caiada em trigo e uva
retiro-me em cardumes

escolho a moradia
no rumo do poente
em mim se forma o dia

Deixar comentário