FLAGRANTE

dez 10th, 2009 | Por | Categoria: Poesia        

Nei Duclós

Não peço desculpas pelo atraso
Nem pelo caldo, folia de Reis
na serra do Espinhaço, turismo
de sal na areia depois das seis

Não faço de conta que passo
Que desisti na hora do salto
Pedras sem som de arremesso
Ruído de abismo e desespero

Ritmo de roedor no cadafalso
Música aleatória, palimpsesto,
Destino na brasa do cinzeiro

Tudo faz sentido ao despertar
atrás do espelho, rapa de feira
sarro pelo avesso, moço, velho

Deixar comentário