Nietzsche, o último filósofo

NIETZSCHE – "O ÚLTIMO FILÓSOFO" por Vera Lúcia Vassouras    Gênio (propositadamente) incompreendido pela humanidade.    Provavelmente poucos estudantes de filosofia e até mesmo as "autoridades" denominadas filósofos conheçam sua obra. O pensador, vulgarmente conhecido como o "Anticristo" apenas por ter escrito uma obra com tal nome, aliás, desconhecida pelos seus críticos mais vorazes, traz, em seu … Ler maisNietzsche, o último filósofo

Jean-Jacques Rousseau e Friedrich Nietzsche em defesa da liberdade

Jean-Jacques Rousseau

Jean-Jacques Rousseau e Friedrich Nietzsche em defesa da liberdade por Rafael Teixeira – ÍNDICE: 1. Introdução 2. A questão da piedade 3. O interesse pelo bem-estar e a vontade-de-potência 4. A propriedade e a vontade-de-verdade 5. O entregar-se unicamente ao sentimento da existência atual e o eterno retorno 6. Jean-Jacques Rousseau e Friedrich Nietzsche em defesa da liberdade 7. Bibliografia 1. … Ler maisJean-Jacques Rousseau e Friedrich Nietzsche em defesa da liberdade

Essência do mundo e essência da proposição

Essência do mundo e essência da proposição. por Gilberto Tadeu Garcia Junior Trabalho feito originalmente para a cadeira de Filosofia dA Lógica – FFLCH – USP, professor Luiz Henrique Lopes dos Santos.        O que é o mundo?      O mundo é a totalidade dos fatos e não das coisas. O mundo são os fatos … Ler maisEssência do mundo e essência da proposição

Libertação pelo trabalho: reflexões sobre o pensamento marcuseano

     Libertação pelo

trabalho: reflexões sobre o pensamento marcuseano

Josiane MAGALHÃES 1

Introdução

   A discussão sobre relações de trabalho

sob a nova configuração mundial possui uma gama de reflexões

partindo dos mais variados pontos de vista. Este texto tem como ponto de partida

algumas considerações de Herbert Marcuse (1968) que remetem a

uma maneira específica de considerar as questões que se apresentam

tanto pela herança marxista quanto pela tentativa de reavaliar a relação

indivíduo sociedade através do resgate do pensamento freudiano,

naquilo que se refere à categoria trabalho como elemento formador por

um lado e alienante e opressor por outro.

   Apesar da especificidade, Marcuse aponta-nos um caminho diferente

para uma interpretação das atuais mudanças no que se refere

ao universo do trabalho e suas perspectivas futuras.

Relações entre indivíduo e sociedade

A fenomenologia de Edmund HUSSERL, por Bochenski

EDMUND HUSSERL por J. M. Bochenski Tradução de Antônio Pinto de Carvalho in A filosofia contemporânea ocidental, Herder, 1968 A. EVOLUÇÃO E IMPORTÂNCIA DE SEU PENSAMENTO. EDMUND HUSSERL (1859-1938) que, juntamente com BERGSON, exerceu e continua ainda exercendo a influência mais profunda e duradoura sobre o pensamento contémporâneo, foi discípulo de BRENTANO. Estudou também com … Ler maisA fenomenologia de Edmund HUSSERL, por Bochenski

Henri Bergson – resumo, biografia, pensamentos

HENRI BERGSON por J. M. Bochenski Tradução de Antônio Pinto de Carvalho. in A Filosofia Contemporânea Ocidental. Herder, São Paulo, 1968        A. PROCEDÊNCIA E PARTICULARIDADES. HENRI BERGSON (1859-1941) é o representante mais conceituado e original da nova "filosofia da vida", a qual dele recebeu a forma mais acabada. Contudo, embora mais tarde se tenha posto … Ler maisHenri Bergson – resumo, biografia, pensamentos

HEIDEGGER: ARTE, OBRA, ORIGEM, MISTÉRIO E ENIGMA

UNIVERSIDADE DE LISBOA FACULDADE DE LETRAS DEPARTAMENTO DE FILOSOFIA MESTRADO: ESTÉTICA E FILOSOFIA DA ARTE HEIDEGGER: ARTE, OBRA, ORIGEM, MISTÉRIO E ENIGMA SEMINÁRIO: FILOSOFIA DA MÚSICA – filosofia DA PINTURA DOCENTE: PROFESSOR DOUTOR CARLOS COUTO DE SEQUEIRA COSTA SEGUNDO SEMESTRE 1996/1997 MESTRANDA: ISABEL ROSETE «(…) E todo o meu sonho e intento é unir e … Ler maisHEIDEGGER: ARTE, OBRA, ORIGEM, MISTÉRIO E ENIGMA

Possibilidade e Realidade na Conduta de Má-fé

Possibilidade e Realidade na Conduta de Má-fé por Miguel Duclós A melhor ilustração acerca da tensão existente entre possibilidade e realidade na Conduta de Má-Fé é o exemplo da mulher que vai a um primeiro encontro, exposto na página 101 de O Ser e o Nada1, no Capítulo "As Condutas de Má-Fé". Ali vemos uma … Ler maisPossibilidade e Realidade na Conduta de Má-fé

A Revolta em Albert Camus

A Revolta em Albert Camus por Isabel Maia Índice Nota introdutória 1- A Queda 2- A Aurora 3- A Traição 4- O Meio-Dia:Conclusão Notas Bibliografia Nota introdutória As pessoas como eu desejariam um mundo, não em que se tivesse deixado de matar (nós não somos tão ingénuos quanto isso!) mas um mundo em que o … Ler maisA Revolta em Albert Camus

A questão do Sentido em Albert Camus

A questão do Sentido em Albert Camus por Isabel Mª Magalhães R.L. Santos Maia Índice Nota biográfica 1-Introdução: da questão do sentido ao sentido da questão 2- As Núpcias 3- O Exílio 4- Angústia e nostalgia 5- A solução do problema: a revolta 6- Conclusão 7- Notas 8- Bibliografia   Vivo sempre no presente. O … Ler maisA questão do Sentido em Albert Camus

Análise do §22 de Para Além de Bem e Mal, de Friedrich Nietzsche

Análise do §22 de Para Além de Bem e mal, de Friedrich Nietzsche por Miguel Duclós O parágrafo em questão é citado em negrito, por partes. (…) Perdoem este velho filólogo, (…) Aqui o autor faz referência à sua juventude, quando foi professor precoce de filologia na Basiléia, onde ministrava cursos sobre a Grécia e … Ler maisAnálise do §22 de Para Além de Bem e Mal, de Friedrich Nietzsche

Comentários sobre o §289 de Para Além de Bem e Mal, de Friedrich Nietzsche

Comentário acerca do §289 de Para Além de Bem e Mal, de Friedrich Nietzsche. por Miguel Duclós Trabalho originalmente apresentado para a Cadeira de Filosofia Contemporânea I, FFLCH USP, 1º semestre de 2001. O §289 diz o seguinte:    "Ouve-se sempre nos escritos de um ermitão algo também do eco do ermo, algo do tom sussurado … Ler maisComentários sobre o §289 de Para Além de Bem e Mal, de Friedrich Nietzsche

O desenvolvimento da ciência em Thomas Kuhn

Thomas Kuhn

O desenvolvimento da Ciência em Thomas Kuhn por Isabel Mª Magalhães R.L. Santos Maia 1- Introdução 2- Paradigmas e ciência normal 3- Crise e revolução 4- Conclusão 5- Notas 6- Bibliografia 1- Introdução T. Kuhn constitui um marco importante na perspectiva do desenvolvimento científico na medida em que se opõe a uma concepção de ciência … Ler maisO desenvolvimento da ciência em Thomas Kuhn

As teorias da significação segundo Alsting e a crítica de Hacking

As teorias da significação segundo Alston e a crítica de Hacking.                                                                             por Miguel Duclós Trabalho feito originalmente para a cadeira de Filosofia da Linguagem, professor Armando Manoel de Mora.          A semântica é a parte da linguística que trata da relação entre os signos e o real, e do estudo histórico do … Ler maisAs teorias da significação segundo Alsting e a crítica de Hacking

Sentido e Referência dos nomes próprios e das sentenças declarativas: uma proposta de Gottlob Frege

Sentido e Referência dos nomes próprios e das sentenças declarativas: uma proposta de Gottlob Frege Alexandre Fernandes B. Costa Leite 1. Introdução         O objetivo do presente texto é tentar mostrar o que Frege (1848-1925) entende por sentido e referência dos nomes próprios e das sentenças assertivas completas, isto é, das sentenças declarativas 1. Tal tentativa … Ler maisSentido e Referência dos nomes próprios e das sentenças declarativas: uma proposta de Gottlob Frege

A Maturação do pensamento de Marx

A Maturação do pensamento de Marx Trabalho originalmente apresentado para a cadeira de Filosofia Geral – FFLCH-USP . por Miguel Duclós         Este trabalho trata de um período histórico-filosófico grande. Abordo aqui desde algumas leituras marcantes para o Jovem Marx até o primeiro capítulo da obra prima deste, O Capital, livro que é fruto uma … Ler maisA Maturação do pensamento de Marx

A psicogênese dos conhecimentos físicos e o problema da causalidade

A PSICOGÊNESE DOS CONHECIMENTOS FÍSICOS E O PROBLEMA DA CAUSALIDADE por June Müller  Originalmente apresentado para a cadeira de Tópicos Especiais em Teoria do Conhecimento na Universidade de Brasília     Introdução Piaget inicia o capítulo Réalité et causalité 1 com a observação de que o pensamento matemático consiste, em essência, em coordenar as ações … Ler maisA psicogênese dos conhecimentos físicos e o problema da causalidade

Auto-referência do conceito e solilóquio da filosofia

Auto-referência do Conceito e Solilóquio da Filosofia Alexandre Fernandes B. Costa Leite 1 1. Introdução         O atual artigo carrega em si o ímpeto de delinear as linhas que efetuam o labor realizado por dois pensadores franceses contemporâneos, Gilles Deleuze e Félix Guattari, e mostrar em sentido geral a concepção que têm da filosofia. A primeira … Ler maisAuto-referência do conceito e solilóquio da filosofia

A morte de deus e a morte do homem no pensamento de Nietzsche e de Michel Foucault

  A MORTE DE DEUS E A MORTE DO HOMEM NO PENSAMENTO DE NIETZSCHE E DE MICHEL FOUCAULT JOSÉ GUILHERME DANTAS LUCARINY Dissertação apresentada ao Programa de Pós-graduação em Filosofia da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, para obtenção do título de Mestre em Filosofia. Orientadora: Professora Vera Portocarrero Rio de Janeiro Julho de … Ler maisA morte de deus e a morte do homem no pensamento de Nietzsche e de Michel Foucault

Friedrich Nietzsche – resumo, biografia, pensamentos

Friedrich Wilhelm Nietzsche ( 1844-1900 ) nasceu em Rocken, localidade próxima de Leipzig, Prússia, no dia quinze de outubro. Seu pai e seus avôs eram pastores protestantes. Nietzsche teve muito desse espírito religioso durante a infância, e cogitava continuar a linhagem. Sua mãe era piedosa e puritana. Em 1849 perdeu o pai e o irmão. … Ler maisFriedrich Nietzsche – resumo, biografia, pensamentos