Características fundamentais do pensamento ético de Paul Ricouer

Alguns aspectos sobre a ética em Paul Ricoeur   Bruno Fleck da Silva   Introdução O legado oriundo da filosofia de Paul Ricoeur é atualmente referência no que se refere às investigações das ciências humanas, sobretudo, às reflexões ético-filosóficas contemporâneas. O filósofo francês (Valência, 1913-2005) consagrou sua obra atravessando diversas modalidades de pensamento, entre as … Ler mais Características fundamentais do pensamento ético de Paul Ricouer

O comércio Da Grécia ao Império Romano

Dr. Aluísio Telles de Meirelles. Fonte: Manual do Executivo. Novo Brasil editora brasileira.     GREGOS E ROMANOS Da Grécia ao Império Romano NA GRÉCIA, país extremamente montanhoso, o mar penetra profundamente, pelos golfos ramificados; por sua vez a terra firme é dividida em inumeráveis ilhas e penínsulas que a protegem contra a tempestade e o furor das … Ler mais O comércio Da Grécia ao Império Romano

História da borracha

Dr. Aluísio Telles de Meirelles. Fonte: Manual do Executivo. Novo Brasil editora brasileira.       A BORRACHA     HÁ muitos anos um explorador francês, Charles Marie de la Condamine, ao analisar uma amostra de látex que lhe chegou às mãos, teve a intuição de sua excepcional importância e logo partiu para o Peru, em busca da árvore … Ler mais História da borracha

ORIGEM DA INDÚSTRIA DE FIAÇÃO E TECELAGEM

A FIAÇÃO E    TECELAGEMDr. Aluísio Telles de Meirelles. Fonte: Manual do Executivo. Novo Brasil editora brasileira.     AINDÜSTRIA de fiação e tecelagem muito deve a dois homens:    Ricardo Arkwrigt e José Maria  Jacquard. Ao primeiro o mundo deve o sistema de fiação mo derno, cujos métodos já alcançaram, hoje em dia, um grau de perfeição quase … Ler mais ORIGEM DA INDÚSTRIA DE FIAÇÃO E TECELAGEM

resumo da história da aviação

história da aviação - resumo

Dr. Aluísio Telles de Meirelles. Fonte: Manual do Executivo. Novo Brasil editora brasileira.    A AERONÁUTICA A PRIMAZIA de fazer elevar aos céus um balão pertence a um brasileiro, a um padre nascido na cidade de Santos em São Paulo, no ano de 1685. Em abril de 1709, o padre Bartolomeu de Gusmão executou na cidade de … Ler mais resumo da história da aviação

ADVENTO DA DATILOGRAFIA E MÁQUINA DE ESCREVER

Dr. Aluísio Telles de Meirelles. Fonte: Manual do Executivo. Novo Brasil editora brasileira.    A DATILOGRAFIA A INVENÇÃO da máquina de escrever, a de duplicar, a de selar, etc., deram à correspondência um lugar bem alto na técnica comercial, ampliando ainda muitíssimo o campo de ação dos negócios. A carta escrita à mão como era feita há … Ler mais ADVENTO DA DATILOGRAFIA E MÁQUINA DE ESCREVER

HISTÓRIA DO SERVIÇO POSTAL

Dr. Aluísio Telles de Meirelles. Fonte: Manual do Executivo. Novo Brasil editora brasileira.    HISTÓRIA DA CORRESPONDÊNCIA E DO SERVIÇO POSTAL NÃO se sabe exatamente a quem atribuir a iniciativa do serviço postal, da troca de correspondência, se aos assírios, babilônios ou egípcios, mas pode-se afirmar que há mais de dois mil anos já existia qualquer coisa … Ler mais HISTÓRIA DO SERVIÇO POSTAL

A MÁQUINA A VAPOR, A LOCOMOTIVA E A REVOLUÇÃO INDUSTRIAL

HISTÓRIA DA INVENÇÂO DA  MÁQUINA A VAPOR E A LOCOMOTIVA Dr. Aluísio Telles de Meirelles. Fonte: Manual do Executivo. Novo Brasil editora brasileira.    A INVENÇÃO da máquina a vapor pertence à nossa época, todos o sabemos. No entanto, sua idéia foi concebida há muitos séculos por um homem que viveu em Alexandria. Tal homem, chamado Heron, foi … Ler mais A MÁQUINA A VAPOR, A LOCOMOTIVA E A REVOLUÇÃO INDUSTRIAL

INVENÇÃO DA IMPRENSA

– RESUMO DA HISTÓRIA DA INVENÇÃO DA IMPRENSA  Dr. Aluísio Telles de Meirelles. Fonte: Manual do Executivo. Novo Brasil editora brasileira.    A IMPRENSA – A invenção da imprensa e os impactos que isso causou  ANTES da divulgação da imprensa, a divulgação das idéias por meio de manuscritos era limitada e caríssima. A aquisição de cultura constituía um privilégio … Ler mais INVENÇÃO DA IMPRENSA

HISTÓRIA DO PAPEL

Dr. Aluísio Telles de Meirelles. Fonte: Manual do Executivo. Novo Brasil editora brasileira.     O PAPEL – HISTÓRIA DO PAPEL EM RESUMO DESDE o ano 400 antes de Cristo que a forma do livro é a mesma de agora. Antes da invenção da imprensa, os manuscritos eram os únicos livros conhecidos e, em geral, os seus preços … Ler mais HISTÓRIA DO PAPEL

História do telefone, quem inventou e quando foi criado

Dr. Aluísio Telles de Meirelles. Fonte: Manual do Executivo. Novo Brasil editora brasileira.     O TELEFONE O TELEFONE, essa maravilhosa invenção que tanto auxílio presta ao homem e que trouxe ao mundo uma grande parcela de progresso, surgiu do espírito laborioso e pertinaz de Alexandre Graham Bell, nascido na Escócia, no ano de 1847. Antes de Graham … Ler mais História do telefone, quem inventou e quando foi criado

O telégrafo: história e importância da invenção da telegrafia

O TELÉGRAFODr. Aluísio Telles de Meirelles. Fonte: Manual do Executivo. Novo Brasil editora brasileira.     MAXWEL, um ilustre físico inglês, demonstrou certa vez que o éter servia de meio de propagação aos fenômenos elétricos e luminosos. Concluiu que o ar poderia conduzir a luz e a eletricidade a longas distâncias. Mais tarde, outro físico, Hertz, realizava nova … Ler mais O telégrafo: história e importância da invenção da telegrafia

Como surgiu a eletricidade

A ELETRICIDADE     introdução a eletricidadea eletricidade em nosso dia a diaa história da eletricidadequem descobriu a eletricidadequem inventou a eletricidadequem criou a eletricidadecomo surgiu a eletricidadequando surgiu a eletricidadepersonagens e cientistas da eletricidade  Dr. Aluísio Telles de Meirelles. Fonte: Manual do Executivo. Novo Brasil editora brasileira.    É Um fato conhecido desde a antigüidade que o … Ler mais Como surgiu a eletricidade

Petróleo: História e Importância Econômica do Petróleo

O PETRÓLEO Dr. Aluísio Telles de Meirelles. Fonte: Manual do Executivo. Novo Brasil editora brasileira.    NO interminável suceder de séculos e séculos, há milhões e milhões de anos acumulou-se no interior da Terra enormes quantidades de detritos, que a Natureza as incumbiu de transformar, em uma massa escura, oleo-constituída de hidrogênio e carbono, da qual teve … Ler mais Petróleo: História e Importância Econômica do Petróleo

História da Descoberta da Eletricidade

A LUZ Dr. Aluísio Telles de Meirelles. Fonte: Manual do Executivo. Novo Brasil editora brasileira.   GRAVITA em torno de um pequeno número de sábios a história da luz, com o descobrimento de seus princípios, de suas leis e de seu comportamento. Muitos séculos são decorridos, mas muita coisa do que eles pensaram continua a formar a … Ler mais História da Descoberta da Eletricidade

A PERCEPÇÃO EM ECONOMIA – História do Comércio

A PERCEPÇÃO EM ECONOMIA Dr. Aluísio Telles de Meirelles. Fonte: Manual do Executivo. Novo Brasil editora brasileira.  FINALIZANDO a nossa pequena história do comercio, queremos deixar aqui certas observações que reputamos muito valiosas para o homem de negócios. A percepção econômica, por exemplo, é uma qualidade que nunca pode faltar ao homem de negócios. Seus sentidos … Ler mais A PERCEPÇÃO EM ECONOMIA – História do Comércio

CONCEITO DA CONTABILIDADE

RETRATO DA CONTABILIDADE Dr. Aluísio Telles de Meirelles. Fonte: Manual do Executivo. Novo Brasil editora brasileira.  A CONTABILIDADE pode ser definida como um artigo de primeira necessidade para os negócios: A lei  a impõe às sociedades, os comerciantes a exigem, o fisco nela fundamenta seus tributos, o industrial dela necessita para saber onde o conduzem as … Ler mais CONCEITO DA CONTABILIDADE

MALTUSIANISMO, CONSUMO, PRODUÇÃO, CIRCULAÇÃO, PREÇOS, CRÉDITO

CONSUMO, PRODUÇÃO, CIRCULAÇÃO, PREÇOS, CRÉDITO MALTUSIANISMODr. Aluísio Telles de Meirelles. Fonte: Manual do Executivo. Novo Brasil editora brasileira.  QUANDO estudamos a conduta diária de uma pessoa verificamos que ela necessita de coisas essenciais para subsistir, que podemos qualificar como necessidades humanas, tais como alimentação, vestuário, habitação e transportes. Para viver, são necessários os alimentos. A mesma … Ler mais MALTUSIANISMO, CONSUMO, PRODUÇÃO, CIRCULAÇÃO, PREÇOS, CRÉDITO

AS GUERRAS MERCANTIS

AS GUERRAS    MERCANTIS    Dr. Aluísio Telles de Meirelles. Fonte: Manual do Executivo. Novo Brasil editora brasileira.  A HOLANDA, a Inglaterra e a França sustentaram durante os séculos XVII e XVIII grandes lutas pelo predomínio do mar e das rotas mercantis. Os holandeses procuraram sempre e em interesse próprio, manter sob sua autoridade, os caminhos … Ler mais AS GUERRAS MERCANTIS

OS GERMANOS, OS ÁRABES, OS VENEZIANOS, OS ALEXANDRINOS, OS PORTUGUESES

OS GERMANOS, OS ÁRABES, OS VENEZIANOS, OS ALEXANDRINOS, OS PORTUGUESES Dr.  Aluísio Telles de Meirelles. Fonte: Manual do Executivo. Novo Brasil editora brasileira. A INVASÃO germânica teve profundas conseqüências na ordem mercantil. Durante a hegemonia de Roma, todas as regiões litorais do Mediterrâneo constituiu m como que um círculo fechado, desde reunidas em um círculo político. … Ler mais OS GERMANOS, OS ÁRABES, OS VENEZIANOS, OS ALEXANDRINOS, OS PORTUGUESES

FENÍCIOS: RESUMO

Dr. Aluísio Telles de Meirelles. Fonte: Manual do Executivo. Novo Brasil editora brasileira. FENÍCIOS: RESUMO, SOCIEDADE, POLÍTICA, COMÉRCIO E LOCALIZAÇÃO À medida que tais povos foram se elevando até uma etapa cultural mais avançada, o comércio de trocas foi adquirindo maior amplitude, aplicando-se a um número cada vez maior de produtos mercantis. O comércio da antigüidade … Ler mais FENÍCIOS: RESUMO

SOBRE O DESPONTAR DA FILOSOFIA NA GRÉCIA ANTIGA

“Outros povos têm santos, os gregos têm sábios” Nietzsche
Qual a origem de tudo que existe? Qual o princípio fundamental de onde brotam todas as coisas do mundo? De que tudo é feito? A esses questionamentos totalizantes os gregos antigos começaram buscar respostas elaboradas estritamente mediante a razão.
Os primeiros filósofos gregos viveram aproximadamente nos séculos VII e VI a. C., no contexto das colônias da Jônia e da Magna Grécia, onde florescia o comércio. Mediante a contemplação cosmológica, eles buscaram entender a natureza através de um pensamento racional, perguntando pelo princípio uno que pudesse explicar a multiplicidade das coisas. Esse princípio único seria capaz de explicar logicamente as múltiplas transformações dos processos naturais.

A Metafísica e suas fases históricas

A Metafísica e suas fases históricas Ricardo Ernesto Rose, Jornalista, Graduado em filosofia e pós-graduando em sociologia A questão do ente, “o que é?”, foi uma das principais idéias que deram origem à metafísica. Historicamente,  a  metafísica  remonta  a  Aristóteles,  que  a  chamava  de “filosofia primeira”, pois a partir dela é que construiu todo o seu … Ler mais A Metafísica e suas fases históricas

Resenha do livro Martin Heidegger – Fenomenologia da Liberdade, de Günter Figal

Publicado pela Editora Forense Universitária, o livro Martin Heidegger – Fenomenologia da liberdade revela ao Brasil a principal obra de Günter Figal. Professor da Universidade de Freiburg e um dos principais estudiosos da obra de Heidegger, Figal ocupa atualmente a cátedra que pertenceu ao filósofo e possui publicações especializadas sobre Platão, Nietzsche e Gadamer.

Resenha do livro A caminho da linguagem, de Martin Heidegger

Sob o título de A caminho da linguagem (Unterwegs zur Sprache), encontramos alguns dos textos de maturidade do filósofo alemão Martin Heidegger apresentados na forma de conferências ou redigidos como ensaios durante a década de 1950 (estes, reunidos tal como sua primeira publicação em 1959). Nestes escritos temos Heidegger ocupado em tratar a linguagem como questão do pensamento comprometido com a verdade. Contudo, este problema no momento aparece de maneira diversa daquela presenciada nos escritos da década de 1920, como em Ser e tempo, um de seus principais livros (no qual Heidegger ainda operava com o método fenomenológico, tratando a linguagem como algo ainda sobreedificado à noção de verdade). Em A caminho da linguagem, encontramos um reposicionamento do autor diante de sua compreensão feita; apontando a linguagem como a essência originária da verdade e abertura de sentido ao homem.

Resenha do livro Heidegger, de Zeljko Loparic

Foi lançado recentemente, integrando coleção Passo-a-passo da Jorge Zahar Editora, o pequeno livro intitulado Heidegger, de autoria de Zeliko Loparic (UNICAMP). A obra propõe uma introdução às ideias do filósofo alemão Martin Heidegger (1889-1976). Este trabalho não segue o modelo de uma introdução aos moldes dos manuais, apresentando ideias e fatos de maneira isolada; tendo como produto, conhecimentos gerais ou elementos de curiosa apreciação. Ao contrário, efetua uma introdução temática, ou seja, coloca o leitor no universo dos termos e questões fundamentais ao pensamento do filósofo; ‘convidando’ o leitor a interagir com estas questões. Embora Loparic utilize notas biográficas do autor alemão e explicações didáticas de suas ideias, isto é feito de maneira dosada; sem uma diluição demasiada dos conceitos, o que poderia acarretar a banalização das ideias do pensador.

Resenha do livro, Ética e finitude de Zeljko Loparic

A comunidade acadêmica de filosofia já dispõe da 2ª edição revisada e ampliada do livro Ética e finitude. O trabalho, assinado pelo Professor Zeljko Loparic, é contribuição relevante não só àqueles que buscam pensar a ética na contemporaneidade, mas aos que se ocupam em tratar de seus desdobramentos no pensamento de Heidegger.

morfologia – estrutura e formação das palavras – resumo esquemático

a NOMENCLATURA GRAMATICAL BRASILEIRA Fonte- MEC – CAEC/SENAC 1959 Disclaimer: O manual abaixo é de 1959 e pode estar desatualizado!! DIVISÃO DA GRAMÁTICA FONÉTICA MORFOLOGIA SINTAXE SEGUNDA PARTE MORFOLOGIA Trata a Morfologia das palavras: a)quanto a sua estrutura e formação; b)quanto a suas flexões; c) quanto a sua classificação, A. Estrutura das palavras: 1. Raiz Radical Tema … Ler mais morfologia – estrutura e formação das palavras – resumo esquemático

Max Weber e os “tipos ideais”

Max Weber e os “tipos ideais” Ricardo Ernesto Rose Jornalista, Licenciado em Filosofia, Pós-Graduando em Sociologia Quando Max Weber começou a se dedicar ao estudo da sociologia, depois de ter se aprofundado no estudo da história e da economia, além de ter obtido graduação em direito, esta era uma ciência ainda em sua fase inicial … Ler mais Max Weber e os “tipos ideais”

Exercícios sobre UM CERTO CAPITÃO RODRIGO de Érico Veríssimo

UM CERTO CAPITÃO RODRIGO   Érico Veríssimo   —    Ainda não fabricaram a bala que há de me matar! — gritou Rodrigo, dando de rédea. —    A gente nunca sabe — retrucou o padre. —    E é melhor que não saiba, não é? —    Deus guie vosmecê! —    Amém! — replicou Rodrigo, por puro hábito, … Ler mais Exercícios sobre UM CERTO CAPITÃO RODRIGO de Érico Veríssimo