A CRISE DO AÇÚCAR EM CUBA

Oliveira Lima A CRISE DO AÇÚCAR EM CUBA Bem se diz que quem tem padrinho não morre pagão. Cuba tem por padrinho os Estados Unidos, que não deixam perigar sua prosperidade, porque é quase ou pelo menos é metade, a sua própria. Os bancos americanos e o próprio governo americano, para o qual apelou o … Ler maisA CRISE DO AÇÚCAR EM CUBA

EL-REI AÇÚCAR

Oliveira Lima EL-REI AÇÚCAR Em todas as Antilhas onde se cultiva a cana-de-açúcar, e nelas o clima e o terreno são próprios geralmente para tal cultura, a impressão inequívoca é de prosperidade excepcional, determinada pela igualmente excepcional valorização do gênero, produzida pela guerra. Mesmo em Barbados, ilha pequena, com uma população das mais densas, o … Ler maisEL-REI AÇÚCAR

COSMOPOLITISMO E NACIONALISMO

Oliveira Lima COSMOPOLITISMO E NACIONALISMO Exmo. Sr. Presidente, Meus Amigos: O presidente do Centro Acadêmico disse-me, ao convidar-me para estar presente à posse da nova diretoria, que desejava que as minhas últimas palavras em Pernambuco, antes de partir, fossem de animação à mocidade da Faculdade de Direito do Recife. Eu quero, porém, que elas sejam … Ler maisCOSMOPOLITISMO E NACIONALISMO

Questão dos limites entre Pernambuco e Bahia

Oliveira Lima A NOSSA QUESTÃO DE LIMITES COM A BAHIA* É pelo menos singular que, interrogados sobre a questão dos limites entre Pernambuco e Bahia, ventilada no Congresso de geografia de Belo Horizonte e que versa sobre a posse arbitrariamente transferida da primeira para a segunda das referidas províncias da comarca do Rio São Francisco … Ler maisQuestão dos limites entre Pernambuco e Bahia

A CRISE SOCIAL

Oliveira Lima A CRISE SOCIAL* Se soubesse, quando fui procurado pela vossa benevolência, que esta festa acadêmica comportava êste ano uma parte dançante, teria escolhido assunto mais leve para tema das minhas palavras do que — "a crise social". Reconheço que a matéria é grave em demasia e decerto contrasta com a despreocupação e a … Ler maisA CRISE SOCIAL

DEPOIS DO PLEITO

Oliveira Lima DEPOIS DO PLEITO Sinto por Pernambuco que o resultado da eleição tenha sido contrário ao Sr. Barão de Suassuna. Aliás só por um milagre — e é artigo que já desaperecera muito do mercado antes da guerra — poderia êle vencer a situação que se lhe deparou no último momento, tendo contra si … Ler maisDEPOIS DO PLEITO

NÃO ME TROQUEM O CANDIDATO

Oliveira Lima NÃO ME TROQUEM O CANDIDATO I Ê um segredo de Polichinelo, como dizem os franceses de um segredo sabido por toda a gente, que esta semana socialmente perturbadora se passou politicamente em conchavos, não sei se judiciosos, cm todo o caso infecundos para fundir os grupos oposicionistas, melhor dito para concentrá-los em redor … Ler maisNÃO ME TROQUEM O CANDIDATO

UM MONUMENTO HISTÓRICO

Oliveira Lima UM MONUMENTO HISTÓRICO O meu correspondente de Goiana, que me tem fornecido alguns elementos de interesse para estes artigos e que conhece perfeitamente as coisas e o viver do nosso interior, o Sr. José Teófilo Carneiro de Albuquerque, chama a minha atenção e pede que eu intervenha junto ao Instituto Arqueológico em prol … Ler maisUM MONUMENTO HISTÓRICO

EPISTOLA A UM DE CARUARU

Oliveira Lima EPISTOLA A UM DE CARUARU NÃo costumo replicar a todas as críticas. A algumas seria fazer demasiada honra; as mais das vezes nada se adiantaria e sempre consumiria vagar que poderia ser muito melhor aplicado. De Caruaru não tinha porém recebido crítica alguma: pela novidade tentou-me responder. Há dias em que a gente … Ler maisEPISTOLA A UM DE CARUARU

OS DE FORA

Oliveira Lima OS DE FORA Na falta de outros defeitos a assacar-lhe, está-se atribuindo à candidatura do Sr. Barão de Suassuna o de provir de fora do Estado. Na verdade ela irrompeu simultaneamente fora e dentro do Estado, como um protesto contra a imposição de uma candidatura oficial sem recurso nem apelação senão para a … Ler maisOS DE FORA

ELOGIO A VARNHAGEN

Oliveira Lima ELOGIO A VARNHAGEN Cabem-nos certamente alguns dos defeitos por que somos acoimados. Como raça e como povo — latinos pela cultura, portugueses pelo sangue, brasileiros pela nacionalidade — do que não podemos, entretanto, ser facilmente acusados é de ser minguada a nossa admiração pelo talento, pelo valor e pelo sucesso. Ela é antes … Ler maisELOGIO A VARNHAGEN

O CONGRESSO DOS AMERICANISTAS EM LONDRES

Oliveira Lima O CONGRESSO DOS AMERICANISTAS EM LONDRES I O XVIII Congresso dos Americanistas, realizado em Londres, de 27 de maio a 4 de junho, foi o mais concorrido, o mais animado e o mais interessante dos que até aqui têm tido lugar. Numerosos governos europeus e todos os governos americanos fizeram-se representar oficialmente, foi … Ler maisO CONGRESSO DOS AMERICANISTAS EM LONDRES

A CONFERÊNCIA PAN-AMERICANA DE BUENOS AIRES

Oliveira Lima A CONFERÊNCIA PAN-AMERICANA DE BUENOS AIRES Traduzi há cerca de um ano para as colunas deste jornal um artigo sobre as relações entre os Estados Unidos e a América Latina, publicado pelo Times e firmado por um oficial da armada inglesa, não porque meu nome nele viesse citado com elogioso qualificativo, a propósito … Ler maisA CONFERÊNCIA PAN-AMERICANA DE BUENOS AIRES

O CONGRESSO MUSICAL DE VIENA

Oliveira Lima O CONGRESSO MUSICAL DE VIENA A reunião este ano em Viena do terceiro congresso internacional de música coincidiu com a celebração do centenário da morte do grande compositor austríaco Joseph Haydn, ocorrida quando entravam na capital do império, depois cie Wagram, as tropas de Napoleão. Apenas esta circunstância forneceu ao maestro a sua … Ler maisO CONGRESSO MUSICAL DE VIENA

O CONGRESSO DOS AMERICANISTAS DE VIENA

Oliveira Lima O CONGRESSO DOS AMERICANISTAS DE VIENA O Congresso que hoje se inaugura é o 16.° da série. O anterior foi em Quebec, o penúltimo em Stuttgart, o antepenúltimo em Nova York; desde algum tempo assim alternadamente numa cidade européia e numa cidade americana. _A série começou por Nancy, *em 1875, num início, como … Ler maisO CONGRESSO DOS AMERICANISTAS DE VIENA

Viana do Castelo e Caminha

Oliveira Lima Viana do Castelo e Caminha Para um pernambucano que se tem ocupado da história da sua terra natal, Viana do Castelo oferece um particular atrativo: das cidades minhotas é a que mais íntimas ligações teve com o feudo de Duarte Coelho, desde os seus inícios. Ao que escrevia o jesuíta Fernão Cardim, na … Ler maisViana do Castelo e Caminha

Beiriz

Oliveira Lima Beiriz I Beiriz é uma freguesia quase a igual distância da Póvoa de Varzim e de Vila do Conde, situada mais para o interior entre pinhais, milharais e vinhedos, além de alguns campos em que só crescem urzes. Há uma aldeia e há sobretudo um grupo de habitações pertencentes à família Almeida Brandão. … Ler maisBeiriz

Moreira da Maia

Oliveira Lima Moreira da Maia Não sei se Moreira da Maia pertence administrativamente a um concelho do Minho ou do Douro: sei que fica a uns 15 quilômetros de Vila do Conde e que são 10 quilômetros mais para o Porto, por uma estrada dantes ótima como eram todas as estradas de rodagem portuguesas e … Ler maisMoreira da Maia

A AMÉRICA LATINA E SUA TRADIÇÃO HISTÓRICA

Oliveira Lima IMPRESSÕES DA AMÉRICA ESPANHOLA* A AMÉRICA LATINA E SUA TRADIÇÃO HISTÓRICA ** O Sr. Thomas C. Dawson, que foi por alguns anos o admirável secretário da legação americana em Petrópolis, obtendo como encarregado de Negócios o regime de favor de que gozam presentemente algumas das mercadorias do seu país, e a quem foi … Ler maisA AMÉRICA LATINA E SUA TRADIÇÃO HISTÓRICA

Japão: Desenvolvimento Socioeconômico, História e Geopolítica no início do século XX

Oliveira Lima NO JAPÃO* DIREÇÃO E INSPIRAÇÃO NACIONALISTA Destarte, quando chegou o momento em que o Japão teve, per fas aut nefas, de entreabrir seus portos à influência ocidental, a revolução nos espíritos, precursora da revolução pelas armas, estava parcialmente realizada, ainda que numa direção nacionalista, a qual veremos que não foi afinal sacrificada na … Ler maisJapão: Desenvolvimento Socioeconômico, História e Geopolítica no início do século XX

POLÍTICA COLONIAL NOS ESTADOS UNIDOS

Oliveira Lima NOS ESTADOS UNIDOS * XI – POLÍTICA COLONIAL O mundo inteiro já está convencido de que os Estados Unidos vão tornar-se uma grande potencia colonial, e os recentes acontecimentos apenas confirmaram a observação histórica longamente explanada pelo Professor Seeley na sua clássica obra — Desenvolvimento da Política Britânica — a saber, que desde … Ler maisPOLÍTICA COLONIAL NOS ESTADOS UNIDOS

Roosevelt, a centralização norte-americana e o pan-americanismo

Oliveira Lima PAN-AMERICANISMO CENTRALIZAÇÃO AMERICANA antes da eleição presidencial (1904) Nada poderia demonstrar mais amplamente a abundância entre os norte-americanos de homens perfeitamente preparados para a suprema administração, já por uma disposição hereditária em gente acostumada de todo tempo a governar-se, já pela influência do meio onde vingaram sempre numa forma associada as idéias de … Ler maisRoosevelt, a centralização norte-americana e o pan-americanismo

D. PEDRO E D. MIGUEL – O DUQUE DE BRAGANÇA

Oliveira Lima D. PEDRO E D. MIGUEL * XLII /O DUQUE DE BRAGANÇA/em> Dom Pedro, mesmo quando nova e simplesmente Duque de Bragança, alimentou sempre uma íntima esperança de que o destino o não deixaria numa posição secundária, sem autoridade direta e efetiva. Só assim se pode explicar que não acedesse às propostas de Luís … Ler maisD. PEDRO E D. MIGUEL – O DUQUE DE BRAGANÇA

HISTÓRIA DA REVOLUÇÃO PERNAMBUCANA DE 1817

Oliveira Lima HISTÓRIA DA REVOLUÇÃO PERNAMBUCANA DE 1817* II/ JULGAMENTO DE D. JOÃO VI Na sua obra — Dom João no Brasil (cap. XX, "A Revolução Pernambucana de 1817", vol. II, pp. 785 e 828), o autor destas anotações faz sobre o movimento a seguinte observação, que coincide curiosamente com a ponderação do Monsenhor Muniz … Ler maisHISTÓRIA DA REVOLUÇÃO PERNAMBUCANA DE 1817

PERNAMBUCO, SEU DESENVOLVIMENTO HISTÓRICO

Oliveira Lima PERNAMBUCO, SEU DESENVOLVIMENTO HISTÓRICO A hegemonia de Pernambuco, no Norte, pode dizer-se era todo o Norte, porque ainda a Amazônia se não desenhava, estabe-ceu-se neste fim do século XVI. Pernambuco, que já dera o seu contingente de homens e mantimentos para a expedição de Estácio de Sá contra os índios do Rio de … Ler maisPERNAMBUCO, SEU DESENVOLVIMENTO HISTÓRICO

NO MINHO – Vila do Conde

Oliveira Lima NO MINHO Vila do Conde O Minho, como aliás todo Portugal, é das regiões mais interessantes da Europa pela sugestiva combinação que oferece de história, de arte e de natureza. Em Vila do Conde, por exemplo, onde estou passando algumas semanas, temos de um lado a linha ondulante da praia, com seus rochedos … Ler maisNO MINHO – Vila do Conde

UMA VISITA AO RIO GRANDE DO NORTE

Oliveira Lima UMA VISITA AO RIO GRANDE DO NORTE É um ótimo sinal quando se chega a uma terra que não é uma terra de arte como a Itália ou a Grécia, ou uma terra de incomparáveis belezas naturais como o Japão ou a Suíça, e as coisas que há a mostrar ao estrangeiro são … Ler maisUMA VISITA AO RIO GRANDE DO NORTE

A SITUAÇÃO DA MULHER NA SOCIEDADE MODERNA

Oliveira Lima A SITUAÇÃO DA MULHER NA SOCIEDADE MODERNA Entre o que os americanos chamam experiências da vida e que nem sempre infelizmente emprestam experiência à vida, faltava, na parte que me coube por lote, o ser paraninfo de uma turma de graduadas de uma Escola Doméstica; experiência tanto mais rara no Brasil quanto é … Ler maisA SITUAÇÃO DA MULHER NA SOCIEDADE MODERNA

LEVANTE DE BROQUÉIS

Oliveira Lima LEVANTE DE BROQUÉIS Um amigo meu, que me faz sempre o favor de dar em conversa ou cm carta sua impressão sincera e que eu muito acato acerca dos meus artigos, qualificou o último de cruel. Defendi-me neste ponto dizendo-lhe que não costumava ser cruel nem com uma mosca, enxo-tando-as quando me aborrecem, … Ler maisLEVANTE DE BROQUÉIS

UM SERÃO EM PALÁCIO

Oliveira Lima UM SERÃO EM PALÁCIO Houve do século XV para o século XVI um rei de Portugal de nome D. Manuel. A história não é da carochinha: por sinal que esse rei ficou conhecido na História do seu país pelo cognome de Venturoso. Um cognome nem sempre exprime a verdade: Dom Afonso VI foi … Ler maisUM SERÃO EM PALÁCIO